Cai endividamento do consumidor

Os consumidores paulistanos estão menos endividados em junho, revela a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), apurada pela FecomercioSP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo).

Houve queda de 3,6 pontos porcentuais no mês em relação a maio, de 57,1% para 53,5%. Porém, no comparativo com igual período de 2012, o nível de endividamento subiu de 48,7% para 53,5%. Em números absolutos, o total de famílias endividadas caiu de 2,04 milhões no mês de maio para 1,92 milhão em junho.

De acordo com a FecomercioSP, a primeira queda do endividamento nos últimos três meses demonstra que o consumidor está conseguindo estabilizar seu orçamento familiar, impactado pelo efeito inflacionário de alta verificado no mesmo período, principalmente, nos preços dos alimentos.

A oscilação da inflação nos próximos meses deve ser determinante para o recuo ou não do endividamento. Por um lado, a expectativa de uma boa safra para o restante do ano deve impactar na redução do preço de alguns produtos e colaborar na diminuição do endividamento para os próximos meses.

Por outro, o aumento da cotação do dólar deve impactar o preço dos produtos e insumos importados e colocar pressão na inflação nos próximos meses. Esse cabo de guerra afeta a confiança do consumidor e seu poder de compra.

O porcentual de endividados entre as famílias com renda de até dez salários mínimos é de 58,4%, queda de 2,8 p.p. em relação ao mês anterior. Entre as famílias que ganham mais de dez salários mínimos, o endividamento em junho é de 39,4%, redução de 5,7 p.p..

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE