Cabo Natal quer lista de espera de consultas, exames e cirurgias

Garantir transparência e a correta informação aos pacientes da rede municipal de Saúde. Esse é o objetivo do vereador Sílvio Natal, o Cabo Natal (Avante), que protocolou projeto de lei instituindo a obrigatoriedade da divulgação de listagens de pacientes que aguardam por consultas com médicos especialistas, exames e cirurgias na rede pública de saúde municipal de Nova Odessa.

De acordo com o projeto, as listagens serão divulgadas por meio eletrônico e com acesso irrestrito no site da prefeitura. Para garantir a privacidade dos pacientes, deverá ser divulgado apenas o número do cartão SUS e a data de nascimento do paciente. Todas as listagens deverão ser disponibilizadas pela Secretaria de Saúde, que deverá seguir rigorosamente a ordem de inscrição para a chamada dos pacientes, salvo nos procedimentos emergenciais assim atestados por laudo médico, ou por decisão judicial.

A lista deverá conter número do protocolo fornecido no ato da solicitação da consulta, do exame ou da intervenção cirúrgica; data e tipo da solicitação, a especialidade a que se refere, data agendada pela Secretaria da Saúde para o atendimento, a situação atualizada da lista com informações como desistência ou atendimento.

De acordo com o vereador, a lista pública vai proporcionar, aos cidadãos e órgãos de controle, a fiscalização da eficiência do poder público. Também proporciona ao usuário da rede municipal de Saúde o acompanhamento em tempo real de sua evolução na lista de espera, impossibilitando inclusive a que alguém fure a fila.

“Muitos pacientes estão aguardando e não sabem em que fase está sua solicitação, quantas pessoas estão à sua frente, quanto tempo vai demorar, se a ordem está sendo respeitada. A intenção é que as pessoas tenham acesso a esse tipo de informação e não fiquem ‘no escuro’ esperando. Acreditamos que, com essa publicidade, também podemos garantir mais agilidade na realização desses procedimentos que ficaram represados ao longo dos anos”, afirmou.

O parlamentar fez ainda, no início do ano, uma indicação para implantação de um aplicativo capaz de agilizar os serviços municipais e evitar que as pessoas tenham que se deslocar até os prédios públicos para fazer suas solicitações.

“Acredito que já é possível e necessário realizar essa modernização do serviço público. Um aplicativo poderia reduzir os custos operacionais com papel e mão de obra para recepcionar as solicitações da população, além de garantir transparência quanto ao tempo necessário para o atendimento, não só na Saúde, mas em todos os setores da prefeitura”, explicou Natal.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE