Brasília pega fogo e Temer chama militares

Após percorrer toda a Esplanada dos Ministérios em direção ao Congresso Nacional, os participantes da marcha Ocupa Brasília começam a se dispersar, dirigindo-se a outros pontos da cidade.
Os manifestantes, que a Polícia Militar estimou em 35 mil pessoas, pediam a saída do presidente Michel Temer e criticaram as propostas de reforma trabalhista e da Previdência, que tramitam no Congresso Naciional.
A manifestação durou mais de cinco horas e percorreu os dois lados da Esplanada, partindo do estacionamento do Estádio Mané Garrincha, no Eixo Monumental.
Durante o protesto, houve momentos de violência, provocação de manifestantes encapuzados e reação da polícia. Líderes sindicais fizeram discursos contra as reformas, enquanto manifestantes pediam o fim da corrupção e a saída do presidente Temer e protestavam contra o que consideram “retrocesso em direitos’.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE