Brasil estudará liberação da maconha no Uruguai

O Brasil vai monitorar durante cinco anos o impacto da legalização da maconha no Uruguai nas cidades de fronteira dos dois países.
Contratados pelo Ministério da Justiça, o Ipea e a Universidade de Pelotas vão coletar dados sociais, de saúde, de segurança  e consumo de drogas em oito cidades brasileiras e uruguaias.
Os pesquisadores vão acompanhar, por exemplo, a quantidade de presos, as substâncias apreendidas e o número de dependentes atendidos na rede de saúde.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE