Brasil. 82% sonham com procedimento estético facial

Recentemente, o laboratório Allergan (dono da marca Botox), a Sociedade Brasileira Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) fizeram uma pesquisa que revelou que 82% dos brasileiros querem mudar alguma coisa no rosto. Entre essas pessoas, 58% pretendem realizar algum tipo de procedimento estético facial e o restante afirmam já ter feito.

Embora seja um sonho para muita gente, muitos ainda têm dúvidas com relação à segurança e eficácia dos tratamentos. Juliana Machado, coordenadora dos cursos de pós-graduação de Biomedicina da Unyleya, ajuda a esclarecer alguns mitos e verdades sobre o tema.

Todo esteticista pode realizar esses métodos?

Não. Somente profissionais com formação na área de saúde, como biomédicos e enfermeiros podem aplicar esses procedimentos.

A aplicação é dolorida?

 

Depende do tratamento. Alguns são tão rápidos que são praticamente indolores. Apesar disso, a sensibilidade à dor difere entre as pessoas. Para amenizar a sensação dolorosa, podem ser utilizados alguns anestésicos tópicos minutos antes do procedimento.

 

É possível ver os resultados logo após a aplicação?

 

Em média, resultados começam a ser visíveis após no mínimo 72 horas depois da aplicação e o resultado final pode ser visto em 15 dias.

 

Precisa de retoque?

 

Após o resultado final – que só pode ser visto alguns dias após a aplicação, é necessário que o paciente retorne à clínica para fazer uma nova avaliação e saber se será necessário algum tipo de reforço. De qualquer maneira, o intervalo entre uma aplicação e outra é de no mínimo quatro meses.

 

São indicados para qualquer idade?

 

Não existe uma idade mínima. Existe sim indicação e é mais importante considerar a necessidade do que a idade da pessoa, por exemplo: a pessoa é jovem e já conta com algumas marcações que são incomodas para ela. Neste caso pode ser iniciada uma determinada aplicação.

 

Dura a vida toda?

 

Os efeitos das aplicações variam, mas todos começam a diminuir gradativamente até acabar totalmente, quando ele pode ser novamente aplicado. O intervalo entre uma aplicação e outra é de no mínimo quatro meses – no caso do Botox, por exemplo.

 

Por que muitos tratamentos não dão certo?

 

Primeiro, porque devem ser feitos por profissionais capacitados e autorizados a executar o procedimento, por uma questão de segurança. Além disso, é importante que o cliente pergunte qual marca de produto está sendo utilizada.

 

O aspecto fica artificial e esticado?

 

Dando como exemplo o Botox, quando esse tinha recém entrado na vida dos injetores, realmente, os resultados eram mais artificiais. Hoje em dia, existem inúmeras técnicas de aplicação, e a prioridade é preservar a naturalidade da face humana.

 

De acordo com Juliana, o curso de Biomedicina Estética teve sua aprovação pelo Conselho Federal de Medicina em 2011 e desde lá só vem se fortalecendo. Ela aponta que Biomedicina estética é uma das áreas que será muito demandada em 2021.

 

“A busca cada vez maior por procedimentos estéticos gera melhora na autoestima e as pessoas estão procurando, cada vez mais, cuidar de si mesmas”, conta. “O futuro para essa área é muito promissor, por sempre haver muita inovação nos produtos e técnicas, despertando assim o interesse cada vez maior da população. Em tempos de pandemia, tem se olhado mais para si mesmo… e para o espelho”, completa.

 

– Coordenadora dos cursos de pós-graduação de Biomedicina Estética, Enfermagem Estética, Farmácia Estética, Saúde Estética Interdisciplinar e Gestão da Qualidade em Saúde – Administração Laboratorial, da Unyleya, Juliana Tironi Machado é Biomédica Estética na Clínica Malinosk Vicaria.

Sobre a Unyleya

 Fundada em 2006, a Unyleya é uma das primeiras Instituições de Ensino 100% EAD no Brasil. A Instituição conta atualmente com mais de 200 mil estudantes – o que a torna a maior do país em número de alunos, mais de 250 mil formados desde sua fundação, 18 cursos de Graduação e mais de mil de Pós-Graduação em 50 diferentes áreas do conhecimento. Além dos cursos, a Unyleya também oferece Centros de estudo e pesquisa (CEJUR, CETEC, CEENG, NEPICS e Escola de Negócios Unyleya).

A Unyleya conta com mais de 3 mil colaboradores, tem unidades físicas em todo o país, com destaque para a sede acadêmica no Rio de Janeiro e a administrativa em Brasília. Mesmo com as unidades físicas, a Instituição de Ensino consolida seu modelo de ensino na Educação 100% digital.

 

Com metodologia de ensino focada nas necessidades de aprendizagem do aluno e específicas do mercado de trabalho, a Unyleya quer revolucionar a Educação a Distância no Brasil.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE