Bolsonaro diz que não vai comprar a vacina da China

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, afirmou nesta terça-feira, que não comprará da China a vacina contra o coronavírus.

A informação foi dada por Bolsonaro em resposta a uma seguidora que pedia a exoneração do atual Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, em uma rede social. Pazuello – no mesmo dia horas antes – havia afirmado que o Brasil compraria 46 milhões de doses da CoronaVac, as vacinas da China.

Apesar da declaração do presidente, ainda não se sabe se Bolsonaro se referia à compra das 6 milhões de vacinas prontas da China ou às 40 milhões de doses que serão finalizadas no Brasil.

 

 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE