Bolsa vai a 97 mil pontos

(Reuters) – A bolsa paulista fechou a semana com o Ibovespa em nova máxima histórica nesta quinta-feira, acima dos 97 mil pontos pela primeira vez, apoiado em apostas positivas para a economia do país e na esteira de sinalizações recentes do governo reiterando compromisso com o ajuste fiscal, tema crucial para investidores.
Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa subiu 1,16 por cento, a 97.677,19 pontos, na máxima da sessão e recorde de fechamento. O volume financeiro no pregão somou 15,12 bilhões de reais.
Na semana, mais curta por feriado nesta sexta-feira na cidade de São Paulo, o Ibovespa acumulou alta de 1,65 por cento, no quinto desempenho semanal positivo consecutivo.
???Há uma euforia generalizada para os ativos brasileiros e a Bovespa está atingido uma máxima atrás de outra em janeiro???, Bernd Berg, estrategista global de macro e moedas na Woodman Asset Management, citando que a delegação brasileira deixou uma impressão positiva em Davos.
???Continuo otimista em relação à bolsa brasileira e espero que o Ibovespa aumente para 130.000 em 2019, em meio ao crescente otimismo entre os investidores estrangeiros, com novas entradas de portfólio capazes de acelerar a recuperação do mercado acionário brasileiro???, afirmou.
Na véspera, em meio à participação no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, o ministro da Economia, Paulo Guedes, agradou o mercado, reforçando que a reforma da Previdência segue como prioridade e pode render economia de 700 bilhões a 1,3 trilhão de reais em 10 anos.
Em entrevista à Reuters, Guedes também disse que o governo analisa reduzir a alíquota do Imposto de Renda cobrado das empresas de 34 para 15 por cento.
Investidores veem a mudança no regime atual de Previdência do país como crucial para a melhora da situação fiscal brasileira, a fim de estabilizar o comportamento da dívida pública em relação ao Produto Interno Bruto (PIB).
Uma melhora nesse quadro teria efeito de queda na curva longa de juros do país, que é vista como uma das principais métricas para o investimento em ações.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE