Blatter afirma que Palmeiras é campeão do mundo

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, revelou neste sábado, em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo, que irá reconhecer o título do Palmeiras na Copa Rio de 1951 como o primeiro Mundial de Clubes da história do futebol.
“O Palmeiras, naquela época, foi o primeiro campeão do mundo de clubes”, disse Blatter. “Naquela época, eles foram os campeões. Vamos dar um certificado para todos os campeões. Agora, temos um campeão a cada ano”, acrescentou ele. A conquista, em cima da Juventus, da Itália, no entanto, não será considerada um torneio Fifa, assim como a Copa Toyota e a Copa Intercontinental, disputadas entre 1960 e 2004, também não são.
A entidade considera apenas como “Mundial Fifa” as edições de 2000, 2005, 2006, 2007, 2008. 2009, 2010, 2011, 2012 e 2013. Porém, Blatter teria prometido enviar ao time paulista um certificado do título. A tendência é que o Fluminense, vencedor da edição seguinte da Copa do Rio, em 1952, também seja considerado campeão do mundo, se encaminhar papelada para a Fifa, assim como o Palmeiras fez.
Durante a Copa do Mundo de 2014 o ministro do Esporte, Aldo Rebelo e Marco Polo Del Nero, futuro presidente da CBF e membro do Comitê Executivo da Fifa, ambos palmeirenses, pediram que a entidade analisasse a questão palmeirense.
A Copa Rio foi torneio internacional, organizado pela CBD (Confederação Brasileira de Desportos) e disputado por times da Europa e da América do Sul, disputado no Brasil.
Juventus, da Itália, Estrela Vermelha, da Iugoslávia, Áustria Viena, da Áustria, Nacional, do Uruguai, Sporting, de Portugal, Nice, da França, Vasco e Palmeiras foram os participantes e na final, contra os gigantes italianos, os paulistas venceram o primeiro jogo por 1 a 0, no Pacaembu, e empataram o segundo em 2 a 2, no Maracanã, para mais de 150 mil pessoas.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE