Black Friday. Especialista dá dicas a consumidores

No Brasil, essa já é a 10ª edição da maior temporada de ofertas do ano, a Black Friday. A data é a única ação comercial que cresce mais de dois dígitos anualmente, segundo dados do EBIT, indicador de reputação de lojas virtuais. No entanto, o crescimento é proporcional aos cuidados necessários na hora das compras. O especialista em negócios e coordenador dos cursos da área no UniMetrocamp I Wyden, Alberto Guerra, produziu algumas pesquisas, e é o autor de um livro sobre o assunto. Guerra preparou três dicas para auxiliar os consumidores a fazerem as compras da melhor forma nesta época. 
1 – Pesquisar bem e com antecedência Apesar da pesquisa ser o primeiro princípio para quem quer comprar algo fora dos gastos usuais, durante a Black Friday o cuidado deve ser redobrado. Os preços podem variar bastante entre as lojas físicas e e-commerces. 
2 – Fique atento às formas de pagamento Para os consumidores que pretendem pagar à vista, boa parte das lojas físicas e online concedem descontos extras (5 a 12%) para pagamento em dinheiro ou no boleto, então vale a pena pechinchar e tentar os melhores preços. 
3 – Conheça o Código de Defesa do Consumidor O que muitas pessoas não sabem é que, apesar das ofertas, os direitos são os mesmos em relação aos produtos comprados na Black Friday ou em outra época do ano, seja nas lojas físicas, seja no e-commerce, ou produtos de mostruário. Por isso, em caso de violação, é importante que o consumidor saiba o que é direito dele. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE