Bispo de Lorena vem investigar Padre Leandro

Por determinação do Vaticano, o bispo da Diocese de Lorena, dom João Inácio Muller, 58 anos, investiga denúncias de um suposto esquema de corrupção envolvendo a Diocese de Limeira. Segundo a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), o bispo foi indicado pelo representante do papa Francisco no país, o núncio apostólico do Brasil, o arcebispo dom Giovanni d’Aniello.
Müller está em Limeira desde a semana passada, oficialmente para uma “visita apostólica”, e já teria conversado com cerca de 20 pessoas da diocese, incluindo padres, diáconos e fiéis. Além de denúncias de extorsão e coação, a diocese enfrenta a suspeita de acobertamento de casos de abuso sexual, prática que o papa Francisco vem condenando em todo o mundo.
A Diocese de Limeira informou que Müller está conversando com o bispo diocesano, dom Vilson Dias de Oliveira, e com padres para “entender a situação”. Ela também já teria se reunido com o Conselho de Presbíteros da diocese.
Oliveira foi acusado de corrupção por padres de paróquias da região de Limeira, subordinados ao bispo, que também é acusado de acobertar casos de abuso sexual de menores envolvendo um padre de Americana. A denúncia também é investigada pela Polícia Civil.
O bispo alega inocência nas acusações de corrupção. O sacerdote supostamente envolvido em abuso sexual foi afastado por tempo indeterminado.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE