Biocells Brasil expande com franquias

Se você estiver pensando em um novo investimento, não decida por algo convencional antes de conhecer a rede Biocells Brasil. Fuja dos negócios saturados no mercado atual.
??nico banco de armazenamento do interior do Estado de São Paulo, a Biocells Brasil faz parte de um grupo internacional de armazenamento de células-tronco de cordão umbilical e pretende agregar parceiros pelo estado a fim de levar novas perspectivas de investimento pensando na qualidade de vida das pessoas.Com o alto potencial e em um mercado que cresce em torno de 100% ao ano no Brasil, abrir uma franquia Biocells pode ser um bom investimento com tempo estimado de retorno médio em 24 mesesComparando o valor do investimento de uma franquia Biocells, seria possível apenas abrir um negócio convencional como, por exemplo, no ramo de alimentação.  A Biocells está no segmento de microfranquias, um dos que mais cresce no Brasil, com investimento inferior a R$100 mil reais.Devido aos promissores resultados das pesquisas de tratamentos de doenças com células-tronco, a procura pelo armazenamento dessas células em bancos privados mundialmente cresceu cerca de 200% nos últimos 12 meses. Segundo o diretor executivo da Biocells Brasil, André Feldman, ???houve um crescimento de 60% na procura pelo armazenamento nos últimos 12 meses na rede Biocells???. Com o objetivo de abrir 15 novas unidades no próximo ano, a Biocells está em fase de prospecção de novos candidatos.O armazenamento de células-tronco coletadas do cordão umbilical, apesar de ser um método reconhecido no tratamento de mais de 80 doenças, ainda é pouco conhecido diante do seu poder terapêutico no Brasil. Mundialmente, as células-tronco são usadas em tratamentos de doenças desde 1988. Hoje existem mais de 10 mil ensaios clínicos com células-tronco em andamento em todo o mundo para se testar sua eficiência no tratamento de doenças como paralisia cerebral, doenças cardíacas, diabetes, doença pulmonar, doença hepática, lúpus, doença de Alzheimer, esclerose múltipla, distrofia muscular, doença de Parkinson, artrite reumatoide, lesão da medula espinhal, acidente vascular cerebral e outros.Atualmente, pais preocupados com o futuro e qualidade de vida da família, podem optar por armazenar preventivamente as células-tronco de seus filhos em bancos privados, por tempo indeterminado, sem perder suas propriedades terapêuticas e garantia de compatibilidade. Segundo pesquisas, a probabilidade do uso de células-tronco contidas no cordão umbilical é cerca de 1 em 217 até os 70 anos. O que fez Marta Scomparin, 1ª franqueada Biocells, acreditar no negócio, foi enxergar esperança na medicina regenerativa. ” A gente acredita na medicina regenerativa que está acontecendo no Brasil. Está evoluindo muito mais rápido do que as pessoas imaginam. Apesar de ter apenas dois anos no Brasil, o armazenamento de células-tronco do cordão umbilical tem todo um respaldo internacional de sucesso. Trabalhamos pensando no futuro”, disse. Todas as células-tronco coletadas pela rede Biocells vão para o laboratório de Americana – SP, equipado com avançada tecnologia do setor, para serem armazenadas no mais alto padrão de segurança, com risco zero de contaminação.Abrir uma franquia Biocells é ser membro de uma rede internacional que, há mais de 20 anos armazena o sangue do cordão umbilical nos Estados Unidos. O negócio a ser desenvolvido e operado pelo franqueado da rede, consiste na comercialização de planos de coleta para o armazenamento do sangue do cordão umbilical.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE