Bill reduz atendimento para economizar

A Prefeitura de Nova Odessa anunciou nesta segunda-feira, dia 31 de agosto, um pacote de medidas para redução de despesas. Entre as ações está a redução temporária da carga horária dos servidores. Do dia 1º de setembro até o dia 11 de dezembro, servidores de determinados setores trabalharão durante, no máximo, seis horas.
De acordo com o secretário de Finanças e Planejamento, Pedro Daniel dos Santos, o pacote inclui ainda redução de contratos de prestação de serviços, redução imediata das horas extras, redução de cotas de impressão, ligações telefônicas, despesas com energia elétrica e suprimentos internos.
“Nosso país vive uma recessão e isso afeta diretamente as prefeituras. Enfrentamos uma queda de arrecadação, temos uma inflação que sobe a cada mês. Tivemos aumentos na energia elétrica que todos sentiram, sejam empresários ou donas de casa. O que estamos fazendo agora na Prefeitura de Nova Odessa não é diferente do que todo trabalhador faz em casa numa situação dessas. Vamos reduzir despesas, cortar onde menos afete a população e garantir o essencial, que é o pagamento dos servidores em dia e a prestação de serviço à comunidade”, disse o secretário.
Pedro ainda acrescentou que a adoção da redução de carga horária está sendo feita por tempo determinado. “Não é uma medida permanente. Temos dia para começar e para acabar. Teremos, somente com essa ação, uma economia de cerca de R$ 150 mil por mês. Somando a outras ações, estimamos uma economia de R$ 600 mil a R$ 700 mil mensais”, explicou.
Para o secretário de Governo, Wagner Morais, a situação financeira da Prefeitura de Nova Odessa é delicada, porém, comparando com cidades da região, está sob controle. “Temos informações de que algumas prefeituras estão pagando o salário dos servidores em quatro parcelas mensais. Nós não atrasamos um dia o pagamento dos nossos colaboradores”, acrescentou.
Morais ainda lembrou que em 2013 a prefeitura promoveu uma redução de 10% nos salários dos servidores comissionados. “Naquele período foi necessário para aumentar os recursos para manutenção da creche 12 horas e outras despesas. Agora estamos reduzindo a carga horária até dezembro porque precisamos garantir o pagamento dos servidores e o 13º salário”, explicou.
Pedro Daniel lembrou que, em dois anos e meio, a prefeitura de Nova Odessa pagou mais de R$ 11 milhões em precatórios ??? originados de decisões judiciais. “A ação judicial para o pagamento das represas tramitou por cerca de 30 anos e nós tivemos que pagar essa conta. Isso pesa muito em um orçamento de cidade pequena como Nova Odessa. São recursos que saem do mesmo caixa e, com a arrecadação em queda, precisamos apertar o orçamento para passar por esse período”, explicou.
O atendimento ao público no Paço Municipal, Diretoria de Habitação, Diretoria de Promoção Social, Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), Secretaria de Desenvolvimento Econômico, PLT (Posto Local do Trabalho), Banco do Povo, Diretoria de Proteção ao Consumidor (Procon), Junta Militar, Diretoria de Cultura e Turismo e Secretaria de Educação passa a ser realizado das 8h às 13h.
Também passam a ter horário reduzido os setores de Segurança e Medicina do Trabalho, Almoxarifado Municipal, Arquivo Público, Diretoria de Transportes e Sistema Viário, Defesa Civil e Padaria.
Servidores da Diretoria de Serviços Urbanos, Garagem Municipal/Coleta de Lixo, Diretoria de Parques e Jardins e Viveiro de Mudas trabalham das 7h às 12h.
Setores essenciais, como Segurança, Saúde e Educação seguem em atendimento normal. Não sofrem alterações nos horários de funcionamento Bosque Manoel Jorge, Parque Ecológico Isidoro Bordon, Cemitério e Velório Municipal, Agentes de Trânsito, Secretaria de Esportes, Ginásio de Esportes, Guarda Municipal, CAPS (Centro de Atenção Psicossocial), Cras (Centro de Referência de Assistência Social), CAS (Centro de Assistência Social), Clube da Melhor Idade, Cmeis (Centros Municipais de Educação Infantil), Emefs (Escolas Municipais de Ensino Fundamental), Merenda Escolar, Hospital Municipal, Unidades Básicas de Saúde, Farmácia Central e Diretoria de Vigilância em Saúde.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE