Bill confirma Festa das Nações 2018

Representantes das entidades assistenciais de Nova Odessa se reuniram com o prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza na terça-feira para anunciar a Festa das Nações 2018, que vai acontecer nos dias 12,13 e 14 de outubro. Evento tradicional no município, a festa conta com a participação de entidades que realizam diversos serviços para a população.
No encontro, Bill explicou detalhadamente os motivos que impedem a administração municipal de ajudar financeiramente na organização do evento, que caberá exclusivamente às entidades. Elas, por sua vez, expuseram a necessidade de se manter a cobrança de ingresso para cobrir os gastos com a estrutura, que é grande e complexa. “Estamos aqui dando uma satisfação a todos vocês, de que nós não vamos poder participar financeiramente do processo este ano. Situações pontuais, nós nos comprometemos a ajudar. Agora, somos iguais a todos vocês: precisamos fechar as contas”, explicou Bill.
O secretário-adjunto de Finanças, Achille Nicola Fosco, reforçou os motivos apresentados pelo prefeito. “O orçamento estima até R$ 1 milhão para gastos com a Cultura, mas o orçamento não condiz com a realidade. E a realidade depende de arrecadação. Se não entra dinheiro nos cofres públicos, não tem como gastar”, salientou. “A crise financeira de dois anos atrás deixou sequelas e hoje, infelizmente, a prefeitura não tem como ajudar”, endossou o secretário de Esportes, Cultura e Turismo, Levi Tosta.
REPRESENTANTES. Também participaram da reunião a vereadora e presidente da Câmara, Carla Lucena, o vereador ??ngelo Roberto Réstio, o Nenê Réstio, o diretor de Cultura, Cícero Edno, além dos representantes das entidades responsáveis pela Festa das Nações: Maria de Fátima Dalmédico de Godoy, a Chiquita (APAE); Ivonete Antunes (Comunidade Geriátrica); João Zaramelo Neto (presidente da comissão organizadora e membro do Rotary Club); Tatiana Zacharias Miguez (Casa Amigos do Casulo); Emerson Príncipe Padela (Rotary Club); Rogério Melo (Associação Espírita Caminho de Damasco); Manoel Silveira Pinheiro, (SOS-Serviço de Orientação e Solidariedade); Daniel Carlos Tavares (Apadano); Carlos Alberto Raugust (Apnen) e Clebson Ferreira (Lions Clube). Também participam da Festa das Nações a Avano (Associação Vicentina Assistencial de Nova Odessa), a AAANO (Associação de Amigos dos Animais de Nova Odessa) e a Comunidade Leta.
Presidente da comissão organizadora da Festa das Nações, João Zaramelo Neto fez questão de esclarecer, mais uma vez, que o dinheiro do ingresso não fica com as entidades e que é usado exclusivamente para cobrir os custos com a estrutura. “Ouvimos do prefeito Bill uma satisfação, de que a prefeitura financeiramente não tem condições de nos ajudar este ano, mas continuará ajudando de outras formas. Importante deixar bem claro que o ingresso serve apenas para cobrir os custos da estrutura da festa”, frisou. O mesmo foi dito por Emerson Padela. “As pessoas pensam que o dinheiro do ingresso fica com as entidades, quando na verdade é para garantir a infraestrutura da festa, que é muito grande e complexa”, endossou o presidente do Rotary.
Ivonete Antunes, representante da Comunidade Geriátrica, foi na mesma linha: “O preço é popular, todo mundo pode pagar e a entrada traz mais segurança para a festa”, explicou ela. “Não podemos nos fechar para um mundo em evolução. E como o prefeito Bill nos mostrou que a prefeitura não tem condições financeiras para nos ajudar, está na hora de as entidades andarem com as próprias pernas”, finalizou Manoel Silveira Pinheiro, representantes do SOS.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE