Bill cobra EMTU por atraso em Rodoviária

O prefeito de Nova Odessa, Bill Vieira de Souza (PSDB), esteve nesta segunda-feira, dia 18, em São Paulo, para cobrar agilidade nas obras da Rodoviária Municipal. Em reunião com o secretário de Estado dos Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni e o presidente da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), Joaquim Lopes, o chefe do Executivo solicitou melhorias nas obras que integram o projeto do Corredor Metropolitano Noroeste Vereador Biléo Soares.

“A obra deveria ter sido concluída em dezembro. Um novo prazo foi dado e, agora, queremos que a empresa cumpra com o cronograma o mais rápido possível. Quem sofre com os atrasos e os transtornos é a população, os usuários do transporte público e estamos buscando alternativas para garantir que as obras terminem logo”, argumentou o prefeito Bill. As obras estão 70% concluídas e devem ser finalizadas até 30 de março.
Com a reforma e ampliação, além de calçamento externo, a Rodoviária Municipal também está ganhando melhorias no espaço interno com a ampliação do número de plataformas, de oito para 14, e do número de guichês para venda de passagens, que passará de dois para dez. A obra contempla ainda novas áreas de espera e novos banheiros públicos e o espaço comercial também está sendo ampliado com áreas para lanchonetes, lojas, revistarias, cafeteria e quiosques.
Outro assunto discutido na reunião, que contou com a participação do secretário de Esportes de Nova Odessa, Angelo Roberto Réstio, o Nenê Réstio, e o diretor de Obras Públicas da prefeitura, engenheiro Erik Ortolano da Silva, foi a necessidade de canalização da águas pluviais que descem da Avenida Ampelio Gazzeta até o Córrego Bassora.
“?? uma obra de extrema necessidade. Com as chuvas, a falta de canalização tem causado muitos transtornos para os moradores e tem prejudicado o andamento das obras da nossa primeira pista de atletismo”, explicou Nenê.Por conta da obra envolver o trecho do Corredor Metropolitano, que passa pela Avenida Ampelio Gazzetta, a Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos e a EMTU garantiram agilizar a canalização das águas, de acordo com o cronograma de obra, finalização do projeto e levantamento de custos. O projeto deve contemplar o trecho entre o Bosque Manoel Jorge, Rua João Bassora e a Avenida Ampelio Gazzetta.Também participaram da reunião o diretor da EMTU, Arthur Xavier, o assessor Mansueto Lunardi e o chefe de Gabinete, Wilson Pedroso e o coordenador de Relações Institucionais, Fernando Hiromiti.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE