BBB 21: você não precisa do prêmio para se planejar e conquistar um sonho

O prêmio de R$1,5 milhão do BBB 21 tem dias contados para conhecer o grande vencedor. A quantia é cobiçada, ano a ano, pelos participantes do reality show e também por quem está do lado de fora. Afinal, quantos objetivos financeiros é possível realizar com essa quantia? A casa própria, um carro, viagens. Mas, para quem vive a realidade fora das telinhas também existem formas de realizar esses sonhos. A dica é ter planejamento para poupar seu dinheiro. 

 

Por isso, estabeleça uma meta e um período de tempo para realizá-la. Assim, você saberá o quanto deverá guardar por mês e, se quiser investir essa quantia, qual será o rendimento deste valor ao final do prazo. A Grão surgiu para desmistificar a ideia de que é preciso ter muito dinheiro para poupar, investir e realizar. Na primeira fintech a viabilizar o micro investimento no Brasil, o usuário consegue começar a guardar por pequenas quantias.

 

Para estimular os usuários a criarem o hábito de poupar, no app da Grão, entre as diferentes funcionalidades, existe um desafio que propõem guardar dinheiro ao longo de 21 dias. Então, o usuário começa no primeiro dia com apenas R$1, chegando no vigésimo primeiro guardando R$21. Assim, o valor total será de R$231 – além de terem a possibilidade de ganhar recompensas ao longo do período. 

 

Para o público desbancarizado

 

Vale destacar que para os usuários desbancarizados, a Grão é o único meio formal de guardar dinheiro. E, agora com a conta digital, os clientes têm autonomia para gerenciar suas finanças com o cartão de débito oferecido pela bandeira Visa. 

 

Outro ponto importante é que, dentro das possibilidades existentes como a poupança ou CDBs, a fintech garante rendimento de até 100% CDI com rentabilidade e liquidez diárias, possibilitando que seus clientes consigam usufruir do dinheiro a qualquer momento, movimentando, pagando contas, etc.

 

Sobre a Grão

 

Lançada em 2019, a Grão é a primeira fintech a viabilizar o micro investimento no Brasil. Com ela é possível investir a partir de R$ 1 em títulos públicos, sem taxa de administração. O objetivo é ajudar os brasileiros a criarem o hábito de poupar pequenos valores, incentivar a formação de uma “reserva” financeira para diminuir o endividamento e ser o passo inicial nos investimentos.

 

O usuário Grão tem acesso a um organizador financeiro, que ajuda a entender onde estão alocados os gastos (em categorias) trazendo o resultado de quanto se pode guardar no mês. Também são disparadas dicas de comportamento financeiro e melhor uso do dinheiro. 

 

Para quem gosta de desafios, foi criado o Desafio 21 dias, no qual o usuário guarda pequenas quantias durante esse período para melhor se adequar e criar de forma leve o hábito de guardar dinheiro. 

 

Na Grão, também é possível usar o dinheiro aplicado através do app para o pagamento de contas, boletos e até recarregar o celular. Assim o usuário pode se valer de sua reserva financeira para pagar as suas despesas a qualquer momento e sem precisar transferir o dinheiro para outra conta. 

 

Além disso, a Grão oferece a  conta digital, da qual os clientes desbancarizados têm autonomia para gerenciar suas finanças com o cartão de débito oferecido pela bandeira Visa.

 

*À frente desta inovação estão os ex-sócios da corretora Rico, Monica Saccarelli e Frederico Meinberg, que idealizaram o modelo inspirados em fintechs americanas e em pesquisas que realizaram no Brasil. Tamanha facilidade tem atraído cada vez mais usuários de diferentes perfis que desejam guardar dinheiro para conquistar seus objetivos.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE