Bares investem em vouchers para uso após quarentena

A pandemia afetou a rotina de milhões de pessoas no mundo inteiro. Medidas como isolamento social e lockdowns foram decretadas em diversos países e cidades, e, com isso, os serviços considerados não essenciais tiveram que fechar temporariamente.

No Brasil, bares e restaurantes podem continuar funcionando somente por delivery, para tentar amenizar os danos econômicos causados pela crise e, ao mesmo tempo, frear a disseminação da Covid-19. Porém, ainda assim, o faturamento não é o bastante para manter, em muitos casos, o funcionamento do empreendimento a médio e longo prazo.

Como forma de tentar driblar essa recessão, sem descumprir os decretos dos órgãos públicos, diversos prestadores de serviços adotaram os vouchers como uma alternativa de antecipação de receita, para manter o fluxo de caixa e evitar a quebra. Clínicas de estética, restaurantes, bares e até agências de viagem aderiram a este novo método de negociação.

Os estabelecimentos oferecem seus serviços com valores promocionais e alguns chegam a ter 50% de desconto. O produto é adquirido sem data certa para o uso e pode valer para bebidas, limpeza de pele, jantares em restaurantes e até passagens aéreas, com destino, hospedagem, refeições e passeios inclusos, com flexibilidades nos preços e nas formas de pagamentos, para serem usados quando a quarentena acabar.

Cervejarias de grande porte como a Stella Artois criaram plataformas para ajudar bares e restaurantes a arrecadar dinheiro. A plataforma desenvolvida pela marca se chama apoieumrestaurante.com.br e oferece opções de confeitarias e cafeterias para quem não consome bebidas alcóolicas. No site, divulgam que a campanha já vendeu 106.940 vouchers e ajudou 3.578 restaurantes.

A Heineken também começou um movimento chamado Brinde do Bem, disponível no site brindedobem.abacashi.com/home, que promove bares e restaurantes de pequeno, médio e grande porte de todos os estados brasileiros. Além disso, ao comprar um voucher de qualquer valor, que será convertido em consumação quando o estabelecimento reabrir, a cervejaria holandesa dobra o valor. Por exemplo, ao comprar um cupom de R$ 100, será contabilizado R$ 200 na conta do local. No site, é possível visualizar quanto cada bar e restaurante já arrecadou, quantas pessoas contribuiram e quanto a Heineken já doou. O restaurante Kanpai, de BH, já arrecadou R$ 97.975. Deste valor, R$ 48.100 serão providos pela Heineken ao final do projeto.

Alguns lugares incrementaram a promoção com condições especiais, como o famoso pub irlandês O’Malley’s Bar, em São Paulo. Além de dobrar o valor de consumação do voucher, o cliente terá o direito de consumir em até um ano após a reabertura.

Já outros estabelecimentos se uniram e produziram um site próprio, como é o caso do vemprobar.com.br. Olivio Bar, Fortunato, Caulí e Mule-Mule, bares queridinhos de SP, oferecem no site combos com valores promocionais, incluindo drinks, petiscos e até rodízio de chopp para comemorar ao final do isolamento.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE