Banda Sinfônica apresenta concerto de aniversário nesta terça

Em comemoração ao seu 32º aniversário, a Banda Sinfônica Municipal Professor Gunars Tiss vai brindar a população novaodessense com um concerto especial, nesta terça-feira (28), a partir das 20h, no Teatro Municipal Divair Moreira. O evento também integra as comemorações pelos 114 anos de Nova Odessa. Com um viés social, a entrada será liberada mediante a entrega de uma peça de roupa para a Campanha do Agasalho idealizada pelo Fundo Social de Solidariedade de Nova Odessa.
No repertório, clássicos de Tchaikovsky, Clarke, Jager e Navarro, prometem demonstrar toda habilidade e destreza dos 38 músicos que compõem a corporação, além da virtuosidade do maestro Marcio Beltrami, à frente da Banda desde a sua formação em 1987. A apresentação musical vai contar, ainda, com a participação das percussionistas Adriana Laranjeira e Priscila Pereira de Andrade Filier.
Para abrir o concerto em grande estilo, a obra escolhida foi a “Abertura 1812”, de Pyotr Ilyich Tchaikovsky, com arranjos de Martin Tousignant. A obra foi encomendada para uma festa de comemoração ao triunfo russo frente aos franceses, em 1812. De acordo com o maestro Beltrami, em sua forma completa, a peça é executada por coro, orquestra e auxílio de peças de artilharia e carrilhão. “Em execuções em salas fechadas, costuma-se substituir os canhões por tímpanos (tambores), a fim de se obter um efeito semelhante ao do disparo dos canhões, originalmente incluídos na peça”. O destaque é por conta do exímio solista da Banda, Marco Antonio de Alemira Junior em seu euphonium.
Após toda a grandiosidade da “abertura”, o público poderá se deliciar com a alegre melodia de “Carnaval em Veneza”, de Herbert Clarke, popularizada pelo violinista e compositor Niccolo Paganini, que escreveu vinte variações da melodia original. “Desde Paganini, muitas variações sobre o tema foram escritas, e uma das mais notáveis é esta que irá ser apresentada de autoria de Herbert L. Clarke, para Euphonium solo e acompanhamento de Banda Sinfônica”, contou.
“Importantíssima na programação e repertório das Bandas Sinfônicas, propondo desafios técnicos musicais, explorando a versatilidade interpretativa e virtuosística de todo o conjunto orquestral, a obra ‘Variações de Robert Schumann’, arranjada por Robert Jager, explora diversas nuances da sensibilidade humana”, explicou Marcio Beltrami. Não por acaso ela faz parte do programa, que termina com “Libertadores”, de Oscar Navarro, escrita para submergir o público no coração da Floresta Amazônica. A execução da peça vai da percussão à temática marcial e triunfante, passando por diversos instrumentos.
BANDA. Quando foi fundada em 1987, a Banda Sinfônica tinha 25 músicos em sua composição. Detentora do título de campeã estadual por nove vezes, também se sagrou vencedora, em 1997, no Concurso Pró-Banda da Secretaria Estadual de Cultura do Estado de São Paulo e foi bicampeã nacional de bandas em 1999 e 2000.  Durante sua trajetória, a corporação gravou três CDs e participa regularmente de eventos culturais promovidos na região. Hoje, são 38 músicos atuantes, que se reúnem semanalmente para os ensaios e levam um pouco da história da música e de Nova Odessa para toda região.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE