Ávila quer área de lazer, Joi desassoreamento e Esther acolhimento a moradores de rua

Vereador apela por revitalização e construção de área de lazer no Jardim Mariana

O vereador Celso Ávila (PV) manifesta apelo à Administração Municipal, por meio da Moção nº 353/2021, para seja estudada a possibilidade de revitalização e instalação de área de lazer, com academia ao ar livre, calçamento, pista de caminhada, playground e iluminação pública, em área pública localizada entre as ruas Maria Grella Modenese e José Alexandre de Barros, no bairro Jardim Mariana.

O parlamentar considera que já protocolou três proposituras anteriores solicitando essas providências. “O Jardim Mariana é carente de um espaço de lazer e a área em questão apresenta mato alto, não possui calçamento e está mal iluminada. A sua revitalização e as melhorias sugeridas são reivindicações feitas por diversos munícipes”, afirma Ávila.

Vereador pede informações sobre desassoreamento do Ribeirão dos Toledos

O vereador José Luis Fornasari, o Joi (PV), protocolou, hoje (28), requerimento de informações quanto ao possível desassoreamento em trecho do Ribeirão dos Toledos localizado entre o Jardim Conceição e a rodovia SP-304. O parlamentar afirma ter sido procurado por munícipes com esse questionamento, uma vez que, após a realização desse tipo de serviço, as inundações no bairro diminuíram consideravelmente.

“O desassoreamento, além de ser benéfico ao meio ambiente, aumenta visivelmente a capacidade de armazenamento dos cursos d’água, o que é muito útil em locais passíveis de enchente”, afirmou Joi. O parlamentar destaca que, atualmente, em função do nível desse ribeirão estar baixo, é possível visualizar pequenas ilhas dentro dele, o que já preocupa a população das áreas próximas.

No requerimento, Joi indaga se a Administração pretende efetuar serviços de desassoreamento no trecho urbano do Ribeirão dos Toledos neste ano e, em caso de resposta afirmativa, se existe data para início desses serviços. Mas, caso não haja previsão de desassoreamento, o parlamentar pede que a Prefeitura justifique os motivos dessa decisão. Por fim, o vereador pergunta se é possível efetuar o desassoreamento sem danificar as benfeitorias promovidas nas marginais do ribeirão.

Vereadora pede informações sobre acolhimento a moradores de rua

A vereadora Esther Moraes (PL) protocolou, ontem (1º), na Câmara Municipal, o Requerimento 491/2021, por meio do qual pede informações a respeito da abordagem social e do acolhimento a moradores de rua em Santa Bárbara d’Oeste. Na propositura, a parlamentar destaca a situação de vulnerabilidade social em que se encontram esses indivíduos, a grande maioria desempregada e sem renda, lembrando que eles geralmente se concentram em áreas comerciais, como no Centro, em busca de alimentos ou de trabalho informal.

No requerimento, Esther questiona quais são os serviços disponibilizados pela Prefeitura para atender às demandas dos moradores de rua. Ela pergunta, ainda, como são feitas as abordagens sociais junto a essas pessoas e quais os planos da Administração para atendê-las durante o inverno. A vereadora também indaga se a Prefeitura prevê a destinação de um local específico para que esses indivíduos passem a noite, em razão do frio, e destaca que essa medida facilitaria o trabalho de voluntários que entregam alimentos a essa parcela da população.

Em fundação da pandemia da Covid-19, a parlamentar pergunta de que maneira a Prefeitura tem orientado esses moradores de rua e garantido que eles mantenham o distanciamento social e a higienização das mãos. Caso a Prefeitura tenha alguma ação específica para esse público, ela indaga quais providências foram tomadas desde o ano passado. Mas, caso não tenha sido promovida nenhuma ação visando esses cidadãos, ela questiona o motivo.

“Todos os indivíduos e grupos vulneráveis devem ser protegidos e ter sua integridade pessoal respeitada, como está estabelecido e como propõe a Declaração Universal dos Direitos Humanos, e a Política Nacional para População em Situação de Rua, instituída em 2009”, justificou a vereadora. Ela também ressaltou que também é necessário que as diferentes esferas governamentais discutam o acesso a moradia e ao mercado de trabalho para essas pessoas, permitindo que elas saiam da condição de rua.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE