Auxílio de Nova Odessa tem 450 atendidos na 1ª semana

A primeira semana de validação de cadastros das famílias beneficiadas pelo Programa NOS (Nova Odessa Solidária) da Prefeitura terminou com 450 de atendimentos. Foram atendidas 200 famílias na quarta-feira (17), quando teve início o atendimento presencial, 150 na quinta-feira (18) e 100 na sexta-feira (19, segundo balanço da Diretoria de Promoção Social.

O atendimento prossegue de segunda a sexta-feira, das 8h às 13 horas, até o dia 31 de março, na sede do órgão – a Promoção Social fica na Rua Anchieta, nº 130, no Centro. O telefone para contato e tirar dúvidas é o (19) 3476-1358.

Segundo o diretor da Promoção Social, Wagner Longhi, também foram realizados pela equipe, neste período inicial, outros 307 atendimentos telefones para sanar dúvidas sobre o novo municipal vai pagar um auxílio emergencial temporário de R$ 200,00 por mês, durante três meses, durante a fase mais crítica da pandemia de Covid-19.

Outras 110 pessoas procuraram pessoalmente a sede do órgão para consultas, mas foram informadas que, conforme divulgado anteriormente, não haverá “inscrição” de novas famílias no Programa NOS. Mas mesmo estas famílias não ficaram desamparadas: foram orientadas a procurar em breve a Promoção Social para verificar se podem ser enquadradas e atendidas em um dos demais programas sociais, como o Cesta Básica Municipal, o Bolsa Família (federal) ou o Viva Leite (estadual), por exemplo.

Esta foi a primeira semana do prazo para beneficiários do Bolsa Família e da Cesta Básica Municipal revalidarem seus cadastros para garantir a inclusão no Programa NOS. Estão sendo distribuídas 180 senhas por dia. O atendimento segue um rígido protocolo sanitário e de distanciamento social, para evitar aglomerações e minimizar o risco de contágio da Covid-19.

“A equipe do Social está de parabéns, foi tudo muito ordeiro e a população atendida elogiou o atendimento. O mais importante neste momento é garantirmos a segurança alimentar dessas mulheres arrimo de família, e também o cuidado com o novo coronavírus em todos os momentos do processo”, destacou o prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho (PSD).

NOS

Foram incluídos automaticamente no NOS os titulares das 1.640 famílias carentes da cidade, sendo 1.166 que receberam o Bolsa Família em fevereiro deste ano e as 474 famílias que receberam cestas básicas no Clube da Melhor Idade em janeiro e fevereiro deste ano (mas que não recebem o Bolsa Família).

Os titulares devem levar documentos pessoais (CPF e RG ou CNH) e comprovante de endereço recente em Nova Odessa. A Promoção Social fará o cruzamento de informações e dados familiares, a fim de evitar o recebimento de mais de um benefício pela mesma família. O objetivo é garantir a segurança alimentar das crianças das famílias mais vulneráveis aos problemas econômicos e sociais causados pela fase mais aguda da pandemia de Covid-19 até agora.

O investimento da gestão municipal no programa será de cerca de R$ 1 milhão, oriundo do trabalho de renegociação e repactuação de contratos com fornecedores de serviços à Prefeitura deflagrado em janeiro deste ano.

Os valores que eventualmente não tenham sido utilizados pelas famílias dentro de 180 dias (seis meses) a partir do pagamento da primeira parcela voltará automaticamente para os cofres públicos municipais, onde terá outra destinação na mesma área – inclusão social e segurança alimentar.

Mais informações são divulgadas pela Prefeitura de Nova Odessa via imprensa regional, no site oficial (http://www.novaodessa.sp.gov.br/) e nas redes sociais do Município (https://www.facebook.com/PrefeituradeNovaOdessa e https://www.instagram.com/prefeituradenovaodessa/).

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE