Aumenta busca de cirurgia plástica entre adolescentes

Em uma era de selfies e constante compartilhamento nas mídias sociais, um número crescente de adolescentes está passando por cirurgias plásticas para alterar a aparência. De acordo com estatísticas da Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos (ASPS), cerca de 229.000 procedimentos estéticos foram realizados em pacientes com idades, entre 13 e 19 anos, em 2017. No entanto, há poucas diretrizes em vigor para garantir que as cirurgias plásticas de adolescentes sejam realizadas adequadamente nos EUA.

Atualmente, os adolescentes representam cerca de 4% de todos os procedimentos de cirurgia plástica. Dentre os procedimentos mais comuns entre os adolescentes estão a rinoplastia, a redução de mama masculina e a cirurgia de orelha. Os adolescentes também são responsáveis ??????por uma pequena porcentagem do total de procedimentos cosméticos não-cirúrgicos, como depilação a laser, rejuvenescimento da pele e injeções de toxina botulínica, mas em um novo artigo, publicado na edição de setembro da Plastic and Reconstructive Surgery®,  aponta que embora esses procedimentos sejam frequentemente realizados em adultos com efeitos colaterais mínimos, realizá-los em adolescentes  exige extrema cautela.

“Enquanto uma rinoplastia pode ser realizada com segurança por um cirurgião, e, em muitos casos, a cirurgia é apropriada para um adolescente, outros procedimentos cosméticos, tais como aumento de seios, lipoaspiração ou procedimentos injetáveis ??????não são recomendados para menores por várias razões, incluindo a falta de pesquisas científicas. ?? preocupante que tenha havido um aumento no uso de procedimentos injetáveis ??????em pacientes jovens para alterar bochechas e aumentar lábios,  quando não há evidências de que esses procedimentos sejam seguros para adolescentes”, afirma o cirurgião plástico Ruben Penteado, (CRM-SP 62.735), diretor do Centro de Medicina Integrada.

“Embora a cultura obcecada pelas mídias sociais tenha contribuído para o aumento dos números de procedimentos em cirurgia plástica, os adolescentes buscam a cirurgia plástica por vários motivos, desde a abordagem de uma necessidade de saúde até a correção de um recurso que os tornou suscetíveis ao bullying”, informa Ruben Penteado, que é membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

A Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos enfatiza a importância de entender o motivo que leva um adolescente a desejar fazer uma cirurgia plástica e garantir que todo paciente adolescente seja submetido a uma avaliação pré-operatória cuidadosa e extensa para garantir que seja um candidato apropriado para o procedimento desejado.

Apesar de sua popularidade crescente, diretrizes e estudos de resultados para cirurgia plástica na adolescência não existiam.  A Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos criou um grupo para trabalhar no tema, expondo a necessidade de diretrizes rigorosas, particularmente quando se trata de determinar quando um procedimento é apropriado e a idade recomendada para cada procedimento.

As mais notáveis ??????das diretrizes são considerações sobre a idade, que variam com base em cada procedimento e no crescimento e desenvolvimento da área do corpo que está sendo operada. Além disso, os médicos reforçam os passos importantes que devem ser tomados ao avaliar pacientes menores de idade, incluindo a obtenção do consentimento dos pais, determinação da maturidade física e emocional do paciente e discussão de seus desejos, metas, riscos, curso esperado pós-operatório, limitações e complicações do procedimento.

Após discussões, a entidade publicou as diretrizes para os procedimentos mais populares em adolescentes:

    Rinoplastia: em crianças e adolescentes com deformidades nasais significativas, a remodelação nasal pode ser recomendada. Recomenda-se que a cirurgia não seja realizada até que o crescimento nasal esteja completo – tipicamente entre 15 e 16 anos em mulheres e entre 16 e 18 anos em homens. Em algumas situações, como uma criança com fissura labial, a rinoplastia pode ser realizada em uma idade mais jovem;
    Redução de mama: para aliviar dores nas costas e pescoço, uma redução de mamas é comumente realizada em meninas adolescentes; no entanto, é importante garantir que a cirurgia seja realizada após a paciente ter completado o desenvolvimento das mamas, o que normalmente ocorre entre os 12 e os 19 anos de idade. Além disso, o aumento dos seios pode ser um problema temporário em meninos adolescentes, mas, às vezes, é tratado pela redução de mama masculina, se não for resolvido no início da adolescência;
    Otoplastia: a cirurgia para corrigir deformidades na orelha pode ser realizada a partir dos cinco anos de idade, pois é quando a orelha está quase completamente formada;
    Lipoaspiração: a menos que seja realizada como parte de uma cirurgia de redução de mama, não é recomendável que um adolescente faça uma lipoaspiração;
    Aumento de mamas: candidatas com deformidades torácicas incomuns ou assimetria de mamas congênita são geralmente os únicos casos em que um cirurgião plástico deve considerar o aumento de mamas apropriado para uma adolescente.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE