Audiência discute futuro do lixo em Americana

A câmara de americana sedia, nesta terça-feira, em audiência pública, um debate sobre gestão conjunta do lixo, que viabiliza a implantação do primeiro ‘ecoaterro’ da região . Segundo os componentes da empresa Engep, responsável pelo aterro atual, a usina CDR (combustível derivado de resíduo) teria capacidade de reciclar até 75% de todo material recebido, gerando baixo impacto ambiental.
Caberá aos vereadores decidir se a proposta vai pra frente, se tornando um polo regional de reciclagem do lixo e colocando Americana na vanguarda em um dos temas mais relevantes para as cidades do estado de São Paulo. 
A usina geraria aproximadamente 100 empregos durante a fase de implementação e 50 vagas fixas para o seu pleno funcionamento. Além disso, com o aumento da produção e lucro da empresa, proporcionalmente a arrecadação de impostos para Americana aumentaria. O investimento que a empresa fará para a implantação da usina é de 4 a 5 milhões de reais.  
Além de decidir o futuro do lixo em Americana, a proposta que será discutida atinge diversas empresas de Americana que precisam fazer a ‘logística reversa’ de seus materiais e não poderiam, devido a atual legislação. 
A audiência pública acontece na Câmara Municipal, nesta terça-feira, às 19h.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE