Assembleia de Deus irá escolher novo presidente da CGADB

A 41ª Assembleia Geral Ordinária (AGO) da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB). A Assembleia de Deus escolhe seu líder de 8 a 12 de abril. Mais de 24 mil pastores e evangelistas escolherão o líder da denominação pentecostal que tem mais de 12 milhões de fiéis em meio a uma disputa polêmica e polarizada, marcada por ações judiciais.
A AGO definirá o próximo presidente da convenção assembleiana, e disputam a eleição o pastor José Wellington Bezerra da Costa, que busca a reeleição; o pastor Samuel Câmara, que se apresenta como o principal oponente de José Wellington; e outros pastores de menor expressão no cenário nacional das Assembleias de Deus.
Segundo o jornalista Felipe Patury, da revista ??poca, essa é a primeira vez que há uma disputa acirrada pelo cargo desde que José Wellington chegou ao poder: ???Na eleição, devem votar 25 a 30 mil pastores. Há denúncias de irregularidades nas inscrições para o colégio eleitoral. Uma comissão analisa o caso???, escreveu o jornalista em sua coluna no site da revista.
Pastor José WellingtonAos 78 anos, o atual presidente da CGADB lidera a Assembleia de Deus Ministério do Belém (SP), e está próximo de completar 30 anos no cargo. Em 1989, José Wellington renunciou à presidência para poder disputar o cargo novamente na AGO seguinte, e o fato foi visto por muitos como uma forma de burlar o regulamento em vigência à época.Recentemente, seu principal crítico e agora adversário comentou o episódio e afirmou que José Wellington se manteve no cargo às custas de alterações diversas no estatuto da convenção: ???Pela primeira vez na história da CGADB, um presidente renunciou ao cargo numa manobra para burlar a proibição estatutária que vetava a reeleição. Três meses depois, ele mesmo estava concorrendo à reeleição em São Paulo. Daí, ficou fácil ferir a história, reformar várias vezes o Estatuto para ficar no poder até hoje e ainda estar buscando se reeleger pela 11ª vez???, disse Samuel Câmara.

Pastor Samuel CâmaraLíder da Assembleia de Deus de Belém do Pará, disputa novamente a eleição para presidente da CGADB, e apresenta-se como o principal adversário político de José Wellington, e lançou durante o ano de 2012, um livreto em que listou suas propostas para a convenção assembleiana. Câmara afirmou à época do lançamento que o livreto era de leitura obrigatória para os pastores assembleianos que votarão nesta edição da AGO.Câmara propõe que haja rotatividade dos presidentes da CGADB, de forma a permitir ???a vitalidade, a renovação e a integração nacional???, para segundo ele, permitir o surgimento de novas ideias e líderes: ???A História nos ensina que a permanência no poder de um único líder por muito tempo destrói a liderança das gerações seguintes???, afirmou.Entre as demais propostas, estão a criação de uma rede de rádio e TV próprias da Assembleia de Deus no Brasil; expandir a evangelização no Brasil e no mundo com novas estratégias; descentralizar a administração da CGADB montando um escritório em cada estado; transformar a Faculdade da Assembleia de Deus num centro de excelência em consultoria e assessoria às Igrejas e convenções; entre outras que podem ser consultadas no livreto. Para baixá-lo, clique aqui. Saiba mais sobre o candidato acessando pastorsamuelcamara.com.br.A chapa formada pela candidatura do pastor Samuel Câmara à presidência chama-se ???CGADB para Todos???, e conta com os seguintes nomes:

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE