Artigo: Faça o seu melhor!

Não saberia precisar em porcentagem a quantidade de pessoas que costumam dar o máximo de si em um projeto, seja ele de ordem pessoal ou profissional. Porém, todos nós devemos ter ao menos uma ou duas pessoas próximas que agem desta forma. Eu particularmente acho admirável este comportamento. Parece que a energia, a garra, nunca acabam. ?? uma vontade de ver as coisas darem certo, incrível.

No livro 21 Minutos de Poder na Vida de um Líder, John C. Maxwell traz um capítulo sobre a Lei da Vitória. O autor frisa que ???os vitoriosos tem em comum a incapacidade de aceitar a derrota. Eles tratam de descobrir o que precisa ser feito para alcançar a vitória, lançando mão, para isso, de tudo o que estiver a sua disposição???.

Já a escritora Susan Cain, em sua obra ???O Poder dos Quietos???, relata dados de estudos de comportamento que revelam que leva aproximadamente 10 mil horas de prática deliberada para se tornar um verdadeiro especialista. Ela enfatiza ainda que é preciso construir sua competência, com dedicação, degrau por degrau.

Muitas vezes ficamos admirados com a dedicação de bailarinos, pianistas e outros profissionais que treinam horas e horas por dia, formando bolhas e calos nos pés e nas mãos. Mas isso, para eles, é apenas um detalhe, pois eles têm uma meta, um objetivo a atingir. E ai quando vemos uma apresentação, estão milimetricamente perfeitos. ?? o auge! Missão cumprida! Pelo menos uma etapa, porque nunca param, seguem em frente com novos desafios.

Essa determinação é muito bonita de se ver. Quem nunca observou em uma apresentação de dança ou qualquer outra atividade que tem sempre aquele que se destaca, nos movimentos, postura, entonação. E nossos olhos fixam nessa pessoa, merecidamente porque ela deu o seu melhor para aquele momento. Não que os outros não tenham dado, uns tem maior aptidão para determinada atividade do que outros, mas não vamos entrar neste detalhe.

Aproveito o momento para elogiar duas pessoas que agem desta forma e são próximas a mim. Uma delas é a Camila Vilela, professora de ginástica da Academia Corpo e Energia de Nova Odessa. Ela dá cada aula com paixão. Aos finais de semana participa de oficinas exaustivas para novos treinamentos e as vezes vai até de madrugada estudando asnovas coreografias. Durante as aulas está sempre incentivando os alunos e grita: ???Não desista!???, ???Dê o seu melhor???. Resultado: salas sempre lotadas.

Outro profissional que gostaria de citar, também de Nova Odessa, é o professor de Karatê Ernesto Tarô Nishibara, da Academia Kyodo-Kai. Ele desenvolveu um projeto específico para trabalhar o Karatê, porém não apenas a parte física, mas a emocional também. Este projeto vai além dos exercícios físicos, trabalha o interior das pessoas, é voltado ao conhecimento e requer mudanças de atitude. Em alguns casos possibilita a cura de doenças, recuperação de fraturas com maior facilidade e aumenta significativamente a autoestima. Tarô é muito determinado e como ele mesmo fala é um constante aprendiz, está sempre estudando e em busca de algo a mais para repassar aos seus alunos.
Parabéns a esses profissionais tão competentes e apaixonados pelos seus projetos. O melhor de tudo é que não guardam para si, buscam o melhor para servir ao outro. Que cada um de nós possamos fazer o nosso melhor.

Marineuza Lira
Jornalista e escritora
membro do Espaço Literário Nelly Rocha Galassi
22/11/2013

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE