Artigo: A Grandeza de um Informativo

?? incrível como as coisas acontece em nossa vida, em  particular  no meio político. Ainda hoje  por duas vezes me deparei com um informativo de um suplente de vereador que por manobra de seu chefe maior o fez por vários momentos vereador de fato, não de direito mas realmente de fato! Ato contínuo, deveria cumprir com minha rotina-aquela de ir dia sim,dia não ao bendito banco pagar as intermináveis contas. No curto caminho de duas quadras me deparei com aquela papelada na rua e pasmem, era o bendito informativo sujando, poluindo nossas ruas que a tanto tempo já vem  surrada com buracos, calçadas por fazer, limpeza por fazer, e coberta por mato suficente para alimentar um cavalo.
 Sinceramente, não era necessário debruçar sobre o bendito informativo para saber de quem se tratava pois, sua foto tomava toda a primeira página. Assim, desinteressei-me quanto ao conteúdo, isto porque a propaganda antecipada e oportunista não poderia de modo algum dar-lhe maior credibilidade ou a titularidade antes mesmo das próximas eleições. Não creio que fora  o candidatíssimo e nobre  suplente quem fez a distribuição do informativo que, com certeza, teria a  atribuição de enaltecer seus feitos a frente daquela Câmara adestrada ao comando cego do Poder Executivo.
 Como a maioria dos políticos fazem, o ABC  da política na próspera e e bela princeza tecelã, é investir na imagem e cultuá-la com medíocres informativos, revistas de conteúdo duvidoso, de obras abandonadas e intermináveis, as quais corrói o já arruinado  dinheiro público, gastos sabe-se-lá com o que? Bem uma boa parte vai para o ralo dos cargos de (des) confiança  agraciados pelos camaradas do partido situacionista. ??, o que não se faz para se adquirir sucesso!?

 Embora muitos políticos estão mais sujos do que pau de arara, para centenas de oportunistas a política ainda é um bom negócio para se reverenciar o staus quo, empregar assessores, focar na mídia sensacionalista e ainda por cima receber um ótimo salário que por vezes rende idenização milionária tanto para os da esquerda como os da direita.Isto muito me lembra o nosso prefeito que com seu jeito peculiar (único de sua espécie) e carismático ao extremo pedia votos quando da sua primeira empreitada ao  ilustre cargo de prefeito: ¨me ajude, eu preciso de você¨ … e se derretia em elogios em meio a tantos afagos de quem se é jovem e possuidor de uma ambição inatingível.
 Enfim, há que ponto chegamos!? De certa forma estamos  cedendo a propaganda quase sempre enganosa, talvez apenas por falta e ausência do debate, da leitura imparcial, da notícia imparcial, da  vereança imparcial, da militância imparcial, dos protestos cívicos levados pelas contínuas e ruidosas passeatas… e sem sombra de dúvida contrapor a mentira com a mais pura e simples verdade. Finalmente,  informados com a verdade e de posse da verdade nós podemos sim mudar qualquer instituição que prega a fraternidade e se regozija no egoísmo, que prega a justiça e vocifera a injustiça, que prega honestidade e se afoga na corrupção indigesta. BASTA! BASTA! BASTA: AMERICANA ACORDOU!!!

                        Americana, 08 de janeiro de 2014
                        PAULO CESAR CASSIN

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE