Edit

Arroz a R$ 40: qual o impacto na retomada dos restaurantes?

Os alimentos pesaram no bolso do consumidor, que registrou uma instabilidade de preços em julho, mas voltaram a  ficar mais caros em agosto.  O Índice de Preços para o Consumidor Amplo (IPCA) subiu 2,44% em 12 meses enquanto a inflação dos alimentos subiu 8,83% no período. 

Por outro lado, a falta de demanda tem impedido o repasse dos preços aos serviços. Nos últimos dois meses, houve deflação na alimentação fora do domicílio, ou seja, consumida em bares e restaurantes. Houve queda de 0,11% em agosto, após um recuo de 0,29% em julho.

 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE