Argentina tem levante pra derrubar Sampaoli

A relação entre jogadores e o técnico Jorge Sampaoli é das piores possíveis na seleção argentina. Segundo o jornal Clarín, um grupo de atletas, entre eles o craque Lionel Messi, pediu para a Associação de Futebol Argentino (AFA) a demissão do treinador antes mesmo da partida contra a Nigéria, na terça-feira, pela terceira rodada da fase de grupos da Copa do Mundo. Segundo o jornal, o ambiente dentro da seleção é “desolador” e piorou após a vexatória derrota por 3 a 0 para a Croácia, na última quinta-feira, em Nijni Novgorod, pela segunda rodada do Grupo D.
“Os mais bravos com Sampaoli são Lionel Messi, Sergio Agüero, Javier Mascherano e Lucas Biglia”, pontua o jornal. Eles são considerados os principais líderes da equipe. A turma teria ido conversar com o presidente da AFA e pedir a mudança do comando técnico para tentar salvar o time no Mundial. O problema, porém, é que para mandar Sampaoli embora, a federação teria de pagar multa rescisória de US$ 16 milhões (cerca de R$ 61 milhões) ao treinador, algo que é inviável no momento para a entidade. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE