Após eleições, Câmara tem sessão rápida

Após as eleições municipais do último domingo, a sessão da Câmara de Americana, nesta quinta-feira, foi bastante rápida. Com cinco projetos na pauta, apenas um foi discutido, votado e rejeitado. Os outros quatro teve o pedido de vistas do vereador Paulo Chocolate (PR) – que não venceu eleição. 
O vereador Moacir Romero (PT), que não venceu eleição, usou a tribuna para comentar o resultado do último domingo. “Com todos os defeitos que tem a democracia, ainda é a melhor prática a ser usada na política, então temos que respeitar”, desabafou o petista.
Ao comentar o resultado, Valdecir Duzzi (SD) disse que nunca negou que fez parte do governo do ex-prefeito Diego de Nadai. Já Adelino Leal, (PRP), disse que a gestão do ex-tucano foi desastrosa. 
Celso Zoppi (PT), que surpreendeu ao ficar de fora, agradeceu aos 871 votos e disse que a população não teve critério para apurar o histórico político de cada um. “EU fico por ter contribuído de maneira séria, honesta e ética da política de Americana”, encerrou. 
Joãozinho do Quiosque (PRP), que teve 342 votos, disse que nesses quatro anos de mandato não teve acompanhamento da população e que seu trabalho foi honesto. 
Dos 14 que não retornarão à Câmara Municipal no próximo ano, apenas Davi Ramos (PCdoB) faltou da reunião ordinária desta quinta-feira. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE