Aprovado projeto que permite doula em partos de Nova Odessa

Durante a sessão da Câmara realizada nesta segunda-feira (26), a Câmara de Nova Odessa aprovou o projeto de lei que obrigada maternidades da rede pública a permitir a presença de doulas (acompanhantes) durante todo o período do trabalho de parto, do parto e do pós-parto imediato, sempre que solicitado pela gestante.

O projeto de Sebastião Gomes dos Santos, o Tiãozinho (PSDB), ainda prevê que as doulas poderão usar, desde que condizentes com as normas de segurança do ambiente hospitalar, instrumentos como bola suíça, bolsa de água quente, banqueta, óleos para massagens e práticas integrativas. O vereador destacou que a maioria das profissionais que atuam como Douglas faz esse trabalho voluntariamente.

A iniciativa do vereador rendeu comentários positivos dos colegas de Casa, como Oseias Domingos Jorge e Levi Tosta, o Levi da Farmácia, ambos do DEM, Paulo Bichof (Podemos) e Silvio Natal, o Cabo Natal (Avante), que destacaram a sensibilidade do autor do projeto ao abordar um tema importante para as gestantes.

“Esse é um trabalho muito sério que faz diferença na vida da mulher. É um cuidado que o poder público não pode dar”, afirmou Wagner Morais (PSDB).  Presidente da Câmara, Elvis Ricardo Mauricio Garcia, o Pelé (PSDB), afirmou que as doulas prestam assistência física e psicológica. “É um trabalho reconhecido pela OMS (Organização Mundial de Saúde) e é extremamente benéfico para as mulheres”, disse.

Aprovado por unanimidade, o projeto segue agora para sanção do prefeito Claudio José Schooder (PSD) para se tornar lei municipal.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE