Andia volta a dialogar com CM

O gelo entre o governo Denis Andia (PV) e a Câmara de Santa Bárbara d’Oeste começou a ser ‘quebrado’ esta terça-feira. O prefeito foi ouvido pela Comissão Processante e aproveitou para protocolar um projeto de lei mais de um mês depois de retirar todos o projetos e abrir uma profunda crise entre os poderes.
O Projeto de Lei nº 21/2014, que dispõe sobre autorização para o Poder Executivo Municipal celebrar Convênio com a Sociedade Protetora dos Animais de Santa Bárbara d???Oeste ??? SPASB, conforme especifica, foi levado pelo próprio Andia para os vereadores. O convênio de R$ 12,4 mil mil mensais, destina-se ao custeio dos procedimentos no exercício de 2015, com o objetivo de controlar a população de cães e gatos no Município, através de esterilizações mensais e contínuas que serão executadas por diversas clínicas, em parceria com a SPASB. ???Essa é uma matéria de relevância para a população barbarense, uma vez que não diz respeito unicamente ao cuidado dispensado aos animais, como também ao controle de zoonoses e à redução dos riscos epidemiológicos de transmissão de doenças em nossa cidade, ou seja, é uma questão de saúde pública. Vou trabalhar para que o projeto seja aprovado o quanto antes???, afirma o presidente do Legislativo, vereador Edison Carlos Bortolucci Júnior, o Juca (PSDB). De acordo com a proposta, a SPASB se compromete também a desenvolver ações educativas e preventivas atinentes à posse, responsabilidade da aquisição, propriedade e manutenção de animais, principalmente com pessoas carentes ou sem condições econômicas de oferecer os cuidados necessários para o controle reprodutivo. ???Achei muito pertinente aproveitar essa oportunidade, até mesmo em um ato simbólico de pleno respeito à Câmara Municipal e ao presidente Juca Bortolucci, para fazer a protocolização desse projeto, que é importante. A proposta diz respeito à possibilidade de o Município firmar convênio no sentido de estimular ações de controle da população de animais nas ruas, o que reflete diretamente em uma questão de saúde pública???, diz Andia, que esteve na Câmara, hoje (31) pela manhã, para ser ouvido pela Comissão Processante (CP).

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE