Andia toma ‘lavada’ na Câmara

Por 14 votos a quatro, foi rejeitado, nesta terça-feira, durante a 39ª Reunião Ordinária do ano, o Projeto de Lei 92/2015, de autoria do Poder Executivo, o qual dispõe sobre a qualificação de entidades como organizações sociais. Na prática, a aprovação desse projeto permitiria que o Município promovesse parceria com órgãos do terceiro setor para a prestação de serviços. Durante a sessão, um grupo de servidores da Saúde, contra a aprovação dessa proposta, esteve presente no Plenário Dr. Tancredo Neves. Os secretários municipais de Governo, Rodrigo Maiello, e de Saúde, Dreison Iatarola, também visitaram a sede do Legislativo, no intuito de obter a aprovação da propositura.
Ainda na sessão, os parlamentares rejeitaram outros três projetos do Executivo, todos incluídos na pauta de votação a pedido do vereador Giovanni Bonfim (PDT). Foram rejeitados os Projetos de Lei Complementar 24, 25 e 27/2015. O primeiro dispõe sobre autorização para o Executivo alienar imóveis localizados nos loteamentos denominados Terras de Santa Bárbara, Jardim San Marino, Jardim Cândido Bertini II e Gleba 2-C, remanescente da Fazenda Galvão. O segundo dispõe sobre a desafetação do bem imóvel objeto da matrícula nº 67.861 para uso dominial. E o terceiro dispõe sobre autorização para o Executivo alienar lotes de terreno localizados no loteamento denominado Vila Pântano II.
De autoria do vereador Giovanni Bonfim, foi aprovado o Projeto de Lei 34/2015, que institui incentivo à exibição de produtos culturais no Teatro Municipal e Anfiteatro Municipal.
Os parlamentares também aprovaram o Projeto de Lei 55/2015, de autoria do vereador Antonio Carlos Ribeiro, o Carlão Motorista (PDT), que dispõe sobre a instituição do IPTU Verde em Santa Bárbara d???Oeste. A propositura dispõe sobre a criação de incentivos fiscais para imóveis que utilizarem de tecnologias sustentáveis no edifício ou mantiverem área permeável no lote.
De autoria do vereador José Antonio Ferreira, o Dr. José (PSDB), foi aprovado o Projeto de Lei 87/2015, que dispõe sobre a obrigatoriedade em dar publicidade das relações de pacientes que aguardam vagas para internações nas unidades de saúde do Município há mais de 12 horas.
Por fim, foi aprovado o Projeto de Lei 110/2015, de autoria do vereador Fabiano Ruiz Martinez, o Pinguim (PV), que altera o zoneamento de toda a extensão da avenida do Comércio nos bairros Jardim Pérola e Esmeralda. O novo zoneamento vai incluir a região como Zona Mista Comercial Não Incômoda. A medida deve beneficiar os diversos estabelecimentos comerciais instalados naquela avenida. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE