Andia quer vender lotes da pref. para custear obras

Um projeto do poder executivo que autoriza a venda de imóveis públicos causou desgaste entre os vereadores mesmo sem ser votado. O projeto, que possui mais de 70 imóveis listados, foi suspenso e não foi votado nesta terça-feira. O motivo foi um pedido de parecer por parte do vereador Uruguaio (SDD). Também foram apresentadas 6 emendas.Na exposição de motivos, o prefeito Denis Andia (PV) diz que o dinheiro vai ser destinado para custeio de obras e reformas, por exemplo. Um dos imóveis está avaliado em aproximadamente R$11 milhões.A proposta foi duramente criticada pela oposição que afirma que essa é uma manobra do prefeito para pagar dívidas. Quem defendeu firmemente o projeto, mantendo uma postura de ‘líder de governo’ na Câmara, o que contraria os colegas, foi o presidente Juca Bortolucci (PSDB). Kadu Garçom (PR) que já foi oposição ferrenha ao prefeito Denis Andia, também defendeu o prefeito e o projeto.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE