Americana vai ‘abortar’ 30 horas na enfermagem

Os vereadores de Americana devem revogar a lei que iria implantar 30 horas para servidores de saúde da cidade. O prefeito Omar Najar (PMDB) recebeu na tarde desta terça-feira (28/4) vereadores em seu gabinete para uma conversa informal, para agradecer o apoio recebido nestes últimos 100 dias de governo e para tratar da revogação da lei. A secretária de Saúde, Mirella Povinelli, esteve presente ao encontro e destacou algumas ações da área da Saúde.
A informação discutida na reunião é de que a prefeitura vai perder verbas federais caso seja mantido o projeto de 30 horas. “O encontro foi uma oportunidade para promover um diálogo saudável com os vereadores, que também querem o bem para a cidade. Em alguns momentos explicamos certas posições e respeitamos muito a opinião deles. Americana precisa de toda a união possível nesta fase de recuperação tão importante para toda a população”, disse Najar. Para o secretário de Governo, Júnior Barros, a reunião possibilitou uma aproximação do prefeito com os vereadores. “Tendo em vista os compromissos do dia a dia de cada um, com a agenda a ser cumprida de todas as partes, o objetivo do encontro foi estreitar relações para que as ações, tanto do Executivo como do Legislativo, possam caminhar juntas em prol da cidade”, explicou o secretário de Governo.
EXCLUÍDOS- Não foram convidados para a reunião os ver.s Luciano Correa e Valdecir Duzzi (SDD) e Paulo Chocolate (PSC). Não participou do encontro Luiz Cesaretto (PP).

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE