Americana tem Dia Contra a Violência ao Idoso

O Conselho Municipal dos Direitos ao Idoso (COMID) de Americana vai promover neste mês de junho ações alusivas ao Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, celebrado em 15 de junho. O COMID realizará uma caminhada no dia 19 de junho (domingo), com saída às 8 horas do Centro de Cultura e Lazer (CCL), na avenida Brasil, em direção ao Parque Ecológico. Já na semana do dia 20 de junho é comemorada a Semana de Prevenção de Quedas. O COMID está programando no dia 21 de junho (terça-feira) palestra com a fisioterapeuta Juliana Pinarelli, do Asilo Benaiah, sessão de alongamentos com o educador físico Joseph Fattal e café da tarde. O evento será realizado no Centro de Integração e Valorização do Idoso (CIVI), na Major Redher, nº 650, na Vila Jones, a partir das 13 horas. A data de 15 de junho foi instituída em 2006, pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa. O objetivo é sensibilizar a sociedade em prol do combate à violência contra idosos e à violação aos direitos humanos, com a realização de campanhas sobre o assunto em todo o mundo para fortalecer as formas de prevenção e garantir o envelhecimento saudável e com dignidade.Existem, aproximadamente, 20 milhões de pessoas idosas (acima de 60 anos) no Brasil, representando 11% da população, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). Em 2050, haverá duas vezes mais idosos do que crianças no país.
São relacionados diversos tipos de violência contra a pessoa idosa. Além da agressão física, são registrados casos de negligência que, em 2014, representou 76,3% das denúncias recebidas pelo serviço Disque 100 ??? da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.
A população deve atenta e denunciar as agressões sofridas pelos idosos: 
– Física: Abuso e maus-tratos, como empurrões, beliscões, tapas, agressões com a utilização de cintos, armas brancas (facas, estilete) e armas de fogo.
– Negligência: Abandono, omissão de cuidados básicos para o desenvolvimento físico, emocional e social do idoso, como privação de medicamentos, descuido com a higiene e a saúde.
– Sexual: Uso de força física, coerção, intimidação ou influência psicológica para obrigar a pessoa idosa a ter, presenciar ou participar de atos sexuais.
– Econômico-financeira e patrimonial: Usufruto impróprio ou ilegal dos bens dos idosos, e no uso não consentido por eles de seus recursos financeiros e patrimoniais.
– Autoinfligida e autonegligência: Conduta que ameaça sua própria saúde ou segurança por meio da recusa (da própria pessoa idosa) de prover a si mesma os cuidados necessários.
– Psicológica: Menosprezo, desprezo, preconceito e discriminação, agressões verbais ou gestuais, com o objetivo de aterrorizar, humilhar, restringir a liberdade ou isolar a pessoa idosa do convívio social.
Além do Disque 100 ??? Direitos Humanos, a população pode denunciar a violência contra a pessoa idosa no Ministério Público e no COMID, pelo telefone 34758700. O COMID fica na avenida Brasil, nº 1293, no Jardim São Paulo. O presidente do órgão é o senhor Hélio de Oliveira Camargo.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE