Americana registra morte suspeita por febre maculosa

A Vigilância Epidemiológica de Americana informa que recebeu uma notificação sobre um caso de óbito suspeito por febre maculosa, referente a um homem de 52 anos, morador do bairro Vila Dainese.

O morador procurou o Hospital Municipal “Dr. Waldemar Tebaldi” (HM) no dia 3 de junho, se queixando de febre, dor de cabeça, falta de ar, dor abdominal e pressão baixa. Diante do quadro, ele permaneceu internado, porém veio a óbito no dia 4 de junho.

Apesar da falta de ar, o caso não foi classificado como suspeito para Covid-19, porque segundo o HM, ela teve como causa a falência de órgãos, provocada pelo estágio avançado da doença.

Além disso, informações epidemiológicas sobre o deslocamento para área de risco de febre maculosa, auxiliaram no fechamento do diagnóstico. Além da febre maculosa, a Vigilância informou que o paciente também teve material colhido para exame de dengue.

O município aguarda o resultado do exame que será realizado pelo Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo. O resultado deve sair em aproximadamente 30 dias.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE