Americana quer bombar Dia Mundial das Zonas ??midas

A Secretaria de Meio Ambiente da prefeitura de Americana está divulgando, por meio do projeto ???Comemorando e Preservando???, informações sobre o Dia Mundial das Zonas ??midas, celebrado no dia 2 de fevereiro. O secretário de Meio Ambiente, Adriano Camargo Neves, destacou a importância da preservação e conservação das áreas úmidas para o meio ambiente, como lagos, manguezais, pântanos, além das áreas irrigadas para agricultura, reservatórios de hidrelétricas, entre outras. A destruição das zonas úmidas pode resultar em desastres ambientais. Os cientistas estimam que 64% das áreas úmidas mundiais já desapareceram desde 1900.
 As áreas úmidas são complexos ecossistemas que englobam desde as áreas marinhas e costeiras até as continentais e as artificiais. ?? considerada zona úmida, segundo definição da Convenção de Ramsar, toda extensão de pântanos, charcos e turfas, ou superfícies cobertas de água, de regime natural ou artificial, permanentes ou temporárias, contendo água parada ou corrente, doce, salobra ou salgada, e áreas marinhas com profundidade de até seis metros, em situação de maré baixa. De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, as zonas úmidas fornecem serviços ecológicos fundamentais para as espécies de fauna e flora e bem-estar do ser humano. Além de regular o regime hídrico de vastas regiões, essas áreas funcionam como fonte de biodiversidade em todos os níveis, cumprindo ainda papel relevante de caráter econômico, cultural e recreativo. Além do Parque Nacional do Pantanal Matogrossense (MT), o Brasil possui outras dez áreas classificadas como Sítios Ramsar (áreas úmidas de importância mundial): Estação Ecológica Mamirauá (AM), Parque Nacional do Araguaia (TO), Área de Proteção Ambiental das Reentrâncias Maranhenses (MA), Área de Proteção Ambiental da Baixada Maranhense (MA), Parque Estadual Marinho do Parcel de Manoel Luz (MA), Parque Nacional da Lagoa do Peixe (RS), Reserva Particular do Patrimônio Natural SESC Pantanal (MT), Reserva Particular do Patrimônio Natural Fazenda Rio Negro (MS), Parque Estadual do Rio Doce (MG), Parque Nacional Marinho dos Abrolhos (BA).

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE