Americana discute Conselho de Promoção da Igualdade Racial

Representantes da Prefeitura de Americana, de Câmara Municipal, da Unegro – União de Negras e Negros pela Igualdade de Americana e Santa Bárbara d’Oeste e da sociedade civil discutiram, na última segunda-feira (2), a minuta de lei para a criação do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial de Americana. A reunião foi realizada por meio da plataforma Meet e organizada pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH).

A secretária da pasta, Juliani Hellen Munhoz Fernandes, ressaltou a importância da discussão sobre o tema e da criação do Conselho para o município. “Na semana passada, encaminhamos a minuta de lei para análise e manifestação dos integrantes da Unegro e outras organizações que atuam na defesa da igualdade racial. O prefeito Chico Sardelli solicitou atenção especial para o assunto e estamos dando andamento aos trabalhos numa ação integrada”, explicou Juliani Fernandes.

A reunião de trabalho realizada na segunda-feira foi produtiva e a principal alteração sugerida até o momento na minuta refere-se à representação das organizações da sociedade civil, segundo assistente social da SASDH, Alcimara Batalhão, responsável pelo Assessoramento e Defesa de Direitos Humanos e Socioassistenciais.

“Os participantes farão contato com o município de Piracicaba para entender como é o funcionamento do COMPIR – Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial na cidade e incluirão mais pessoas do movimento negro na análise da minuta de lei”, adiantou Alcimara.

A vereadora professora Juliana também participou da discussão. Ela intermediou, no dia 30 de julho, a reunião com o prefeito Chico Sardelli e representantes da Unegro e outros grupos do movimento negro.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE