Americana confirma 10ª morte por H1N1

Americana confirmou mais uma morte provocada pela gripe H1N1, nesta segunda-feira (11). A vítima é uma mulher, de 71 anos, que apresentava doença respiratória crônica e permaneceu internada durante quatro dias em um hospital no município entre os meses de março e abril. Com isso, o total de óbitos na cidade causados pelo vírus subiu de nove para dez. Ao todo, 17 casos positivos da infecção já foram registrados neste ano. Além disso, segundo a Secretaria de Saúde, continuam em apuração outros 17, quatro deles com mortes que podem ter sido provocadas por complicações da enfermidade.

O primeiro óbito causado pela gripe H1N1, em Americana, foi confirmado em abril pela Prefeitura. A vítima foi Wellington Carlos Zigarti, de 34 anos, à época secretário adjunto de Educação. Em nota, a Prefeitura alegou que atingiu a meta de vacinação contra a gripe.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE