Americana avança na cultura sem carne

A Câmara de Americana aprovou na sessão desta quinta em primeira discussão o projeto de lei que institui a “Segunda Sem Carne” no município. De autoria do vereador Guilherme Tiosso (PRP), a propositura retorna a Casa na próxima sessão (23/11) para segunda discussão. Caso aprovado, segue para sanção do prefeito Omar Najar (PMDB).
O projeto  foca a restrição de consumo de carne, em um dia da semana, aos alunos da rede pública. Tiosso defende que o projeto não prejudicará a saúde dos estudantes. “Não existe a possibilidade de cair a qualidade da alimentação dos alunos em função da ausência da carne. Há estudos que comprovam isso, dando consistência na alimentação vegetariana para o ser humano”, explica Tiosso.
Para dar sustentação ao PL, o vereador levou para fazer o uso da Tribuna da Câmara a Sandra Limande Lopes, Gerente de Políticas Alimentares na Humane Society Internacional, uma das maiores organizações de proteção animal do mundo. 
Tiosso deixa claro que a ideia do projeto surgiu da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), que mantém a Campanha Segunda Sem Carne, desde 2009. “35 países já aderiram a esta campanha. No estado de São paulo ela foi lançada em 2009. Não se trata apenas de zelar pela vida animal, mas uma questão de sobrevivência humana abordar o consumo exagerado de carne de origem animal.”, disse. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE