AM realiza campanha contra câncer bucal

Começou no dia 17 de abril a campanha de prevenção ao câncer bucal na rede básica de saúde do município. Todas as unidades que possuem atendimento odontológico estarão realizando consultas específicas para a detecção de anomalias ou lesões na boca que possam sugerir algum tipo de câncer. A campanha irá se estender até o dia 26 de maio e ainda haverá o dia D de combate ao câncer bucal, previsto para acontecer no dia 13 de maio, em atividades conjuntas com a campanha de vacinação contra Influenza. 
A campanha é promovida pelo Ministério da Saúde todos os anos e tem como principal objetivo reduzir a incidência de câncer bucal na população, por meio de exames clínicos básicos, visando à detecção precoce e o início imediato do tratamento, além das orientações oferecidas pelos profissionais de odontologia sobre a prevenção da doença. Ao se verificar a presença de alguma lesão na boca ou lábios, que seja sugestiva para câncer, o paciente é encaminhado para realização de exames específicos e o tratamento adequado. 
Nos últimos anos tem aumentado o número de novos casos de câncer de boca na população brasileira e o diagnóstico precoce pode ajudar a salvar vidas, pois quando descobertos na fase inicial eles podem ter acima de 75% de chances de cura. Daí a importância da prevenção e do diagnóstico precoce.
A coordenadora da Saúde Bucal da Secretaria de Saúde, Claudia Borelli, explica que as pessoas precisam estar atentas às aftas ou machucados na boca e nos lábios que, segundo ela, podem durar até 15 dias. “Ao verificar a presença de manchas brancas ou vermelhas, caroços no pescoço ou mesmo rouquidão persistente, o indivíduo deve procurar a unidade básica de saúde para uma investigação, pois estes sinais podem estar associados ao câncer”, alertou a coordenadora. 
Segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer), em 2013 foram 5.401 mortes ocasionadas em decorrência de algum tipo de câncer bucal. Para 2016 o instituto indicava 15.490 novos casos, sendo a maior parte deles em homens acima dos 40 anos, fumantes (de acordo com a Organização Mundial da Saúde, cerca de 90% dos pacientes diagnosticados com câncer de boca eram tabagistas), etilistas e indivíduos que se expõem ao sol sem proteção, além de outros fatores de risco. 
Os hábitos de fumar e consumir frequentemente bebida alcoólica tem sido apontado como um dos principais fatores de risco, principalmente em mulheres acima de 40 anos, cuja incidência tem aumentado muito nos últimos anos. Daí a importância de pessoas acima de 40 anos, principalmente com esses hábitos, consultar regularmente um cirurgião-dentista, para avaliação, uma vez que o procedimento é rápido e indolor. 
Claudia Borelli ainda destaca a importância em se manter uma boa higiene bucal, todos os dias, além do hábito de uma dieta rica em proteínas como formas de se evitar a doença. “De um modo geral, as pessoas precisam buscar qualidade de vida, evitando à exposição aos fatores de risco. Dormir bem, alimentar-se bem, praticar atividade física e manter uma boa higienização bucal, tudo isso contribui para evitar o câncer de boca”, recomendou.
O atendimento nas unidades é realizado das 7h30 às 11h30 e das 12h30 às 16h30, sendo nas UBS (Unidades Básicas de Saúde) dos bairros: Vila Mathiensen, São Vito, Jardim Ipiranga, Jardim Alvorada, Parque Gramado, Antônio Zanaga, Jardim Brasil, São Domingos, Centro, Parque das Nações, Residencial Jaguari, Residencial Mário Covas, Jardim São Paulo e também na Clínica Modular, no bairro Antônio Zanaga (Avenida Cândido Portinari, s/n) e no Centro Odontológico da Praia Azul, na avenida maranhão, nº 1615. 
O atendimento não precisa ser agendado, uma vez que os profissionais estarão atendendo à demanda espontânea durante todo o período da campanha.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE