AM: Pref. vai usar DAE para reduzir contas

Um projeto de autoria do poder executivo que entrou em regime de urgência na sessão da câmara nesta quinta feira gerou discussões entre a base do governo Diego De Nadai (PSDB) e oposição. 
O projeto promove concessão onerosa de direito real de uso de bem público para o DAE. Em um de seus cinco artigos, ele “autoriza a compensação dos créditos e débitos existentes entre o Poder Executivo e o DAE, para efeito de extinção das respectivas obrigações, até onde se compensarem”.  Ou seja, o DAE terá que pagar pelos bens móveis e imóveis do patrimônio municipal que utiliza. O projeto também dá concessão de direito real de uso de bem público para a Gama, mas não de forma onerosa. 
Para o líder de governo, Capitão Crivelari (PSD), essa é apenas uma “adequação contábil”. Já a oposição afirmou que a prefeitura não tem dinheiro e vai pegar de onde pode. 
O projeto foi aprovado por 13 votos a 6 junto com emenda do vereador Oswaldo Nogueira (DEM) que exige que o o valor da operação passe pela aprovação da Câmara.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE