AM: Pref. inicia reformas em escolas

A Prefeitura de Americana inicia reformas gerais em duas escolas da Educação Infantil da Rede Municipal de Ensino de Americana nesta semana. Na Emei Indaiá (São Vito) a obra começa nesta quinta-feira (7) e na Emei Sabiá (Santa Maria) no dia 11 de junho. O investimento é de aproximadamente R$ 500 mil.

A obra da Emei Indaiá tem previsão para durar 90 dias. O prédio passará por troca do telhado; forro; calha; pintura geral; substituição da cobertura de toldo por telhas metálicas; construção de paredes; instalação de um banco de concreto no pátio; revisão da instalação elétrica; renovação da rampa para acessibilidade; substituição de forros e rebocos de tetos e paredes; eliminação das trincas nas paredes e construção de calçadas; a caixa d´água será substituída também.
“Primeiro temos que ter o espaço limpo e organizado para melhorar a aprendizagem do aluno. Com a reforma, a unidade de ensino vai poder atender a população em um ambiente cômodo e seguro. ?? Uma obra bem ampla que irá proporcionar melhores condições para o ensino de qualidade”, disse a secretária de Educação de Americana, Juçara Novelli. “As crianças poderão usufruir de um espaço adequado, alegre e que oferece conforto e comodidade”, completou.
Segundo a coordenadora da Emei, Marisilda Pinto, a escola aguardava esta obra há oito anos. “A escola vai ficar alegre e vai voltar a ser bonita como era. As crianças terão mais prazer em aprender”, afirmou.
“Há algum tempo temos feitos intervenções em dezenas de escolas da educação infantil para resolvermos os problemas”, disse a subsecretária da unidade de educação infantil, Graciete Pereira da silva. “Ter cuidado com a área externa das unidades é muito importante. Os telhados têm sido nosso maior problema. Cada vez que chovia causava transtornos nas escolas. Agora já estão deixando de ser”, explicou a subsecretária.
“Esses trabalhos aprimoraram a qualidade oferecida pela escola para a comunidade, os alunos e funcionários. ?? a segurança de estar em um local prazeroso e bonito”, concluiu Graciete. No período de reformas as crianças da Emei Sabiá serão atendidas na Casa da Criança Baeti (Parque das Nações) e as da Emei Indaiá irão para a Emei Paturi (Vila Mariana).
Na Emei Sabiá será construída uma caixa d´água externa de cinco mil litros; pintura externa e interna da escola e revisão da parte elétrica; reforma do telhado e canalização de águas; a passagem da escola para o pátio será coberta; serão trocadas as portas e fechaduras; vai ser construído um abrigo para o gás e a parte hidráulica será revista, além da troca de lâmpadas, tomadas e pisos. A previsão de duração da obra é de 120 dias.
As obras da Emei Carandá estão em fase de licitação. Na escola, haverá ampliação da calçada da escola; construção de caneleta de água pluvial; substituição de forro e reboco das paredes e tetos; substituição dos vidros quebrados e pisos cerâmicos; eliminação de trincas de paredes; plantação de grama; pintura geral na parte externa e interna da Emei; construção de rampa de acesso para deficientes; substituição da rede de água pluvial; revisão da instalação elétrica; e troca de telhados e calhas. ?? estimado um investimento de 400 mil reais, valor que pode cair durante o processo licitatório.
O prefeito Omar Najar destacou o investimento para a melhor estruturação dos espaços de educação. “Mesmo com todas as limitações financeiras, desde o início da gestão trabalhamos para dar manutenção e realizar melhorias nas nossas escolas. Houve casos ainda mais preocupantes, como o da creche Tupã, no Vale das Nogueiras em que a obra estava abandonada e nós retomamos a obra e proporcionamos um espaço novo em folha para os alunos. Em outros casos, temos feito melhorias e consertos o tempo todo”, completou Omar.
 (Foto ilustrativa)
 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE