AM: Pref. deve terceirizar profissionais na educação

A prefeitura de Americana publicou no início de janeiro um edital de chamamento público para seleção de propostas de organizações da sociedade civil (OSC), sem fins lucrativos, para parceria com a administração no setor da educação. 
De acordo com o documento, a ‘contratação’ é para o atendimento de creches e pré-escolas, o que totaliza mais de 2300 crianças. A data de abertura para interessados é na próxima semana, dia 8. O limite orçamentário da parceira está estipulado em R$7,7 milhões. 
PROBAT??RIOS: no início de janeiro o prefeito Omar Najar (PMDB) anunciou a notificação da demissão de 280 servidores em estágio probatório. Desse montante, 90 são da educação. A situação tem despertado a preocupação nos servidores que preveem um caos na educação com a defasagem desses funcionários. A classe luta pelo cancelamento das demissões. 
TERCEIRIZA????O: a parceira com uma OSC e a demissão dos probatórios dá fôlego na folha de pagamento da prefeitura. A preocupação da atual administração é a Lei de Responsabilidade Fiscal. O gasto com a folha de pagamento precisa chegar em 54% e a terceirização não faz parte desse montante, diferente dos funcionários prestes a serem demitidos. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE