AM destaque na Universalização do Saneamento

O prefeito Omar Najar recebeu congratulações pelo destaque do município de Americana no ranking Universalização do Saneamento, da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária (ABES). O ofício ao prefeito foi encaminhado pelo Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, por orientação do presidente e prefeito de Nova Odessa, Benjamim Bill Vieira de Souza. O município ficou em quinto lugar entre as cidades de grande porte de todo o país no esforço pela universalização do saneamento.
 O ranking avalia o setor de saneamento no Brasil, apontando quando os municípios estão próximos a atingirem a universalização do saneamento  e o percentual de pessoas atendidas pelos serviços de abastecimento de água, coleta de esgoto, tratamento de esgoto, coleta de resíduos sólidos e suas destinações adequadas. “Estar inserido nesse ranking demonstra que estamos no caminho certo e que nossa parceria está atingindo o resultado esperado”, disse o secretário executivo do consórcio PCJ, Francisco Carlos Castro Lahóz. O prefeito de Americana, Omar Najar, agradeceu a referência do município ressaltada pelo Consórcio CPJ e destacou as ações e obras que estão sendo executadas na cidade para aperfeiçoamento do tratamento de esgoto, como a construção da ETE da Balsa e a ampliação da ETE Carioba.De acordo com o estudo, Americana se destacou no item “Empenho para a universalização municípios de grande porte”, acima de 100 mil habitantes, conquistando 100% de efetividade nos quesitos abastecimento de água, coleta de esgoto e de resíduos sólidos e destinação adequada dos resíduos sólidos.Na quinta posição do ranking, com 446,05 pontos, Americana aparece com 3.15 pontos atrás da primeira colocada, a cidade de Vitória, do Espírito Santo. No entanto, Americana conquistou 100% nos quesitos abastecimento de água, coleta de esgoto, coleta de resíduos sólidos, destinação adequada de resíduos sólidos.
Compõem o ranking Universo, 1894 municípios do Brasil, aproximadamente 88% deles de pequeno e médio portes. A região com maior representatividade no ranking é a Sudeste, com 67% dos municípios e 86,14% da população. O “Empenho para a universalização” foi criado pela ABES com o intuito de melhor reconhecer os municípios em diferentes estágios quanto ao acesso aos serviços.
A Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental ??? ABES é uma associação com fins não econômicos que reúne no seu corpo associativo cerca de 10.000 profissionais do setor. A ABES tem como missão ser propulsora de atividades técnico-científicas, político-institucionais e de gestão que contribuam para o desenvolvimento do saneamento ambiental, visando à melhoria da saúde, do meio ambiente e da qualidade de vida das pessoas.
Fundada em 1966, a mais atuante entidade brasileira do setor de saneamento ambiental nasceu como ideia no início da década de 1960, quando um grupo de engenheiros sanitaristas do Estado do Rio de Janeiro, aliados principalmente a colegas de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Bahia, iniciou a mobilização a partir de um congresso da Aidis realizado em Bogotá, na Colômbia. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE