AM completa 139 anos quarta-feira

A passagem dos 139 anos de fundação de Americana, na quarta-feira (27/8), será comemorada com música no Centro de Cultura e Lazer, CCL,  mostra histórica no Paço Municipal e um documentário no auditório do Colégio Objetivo. A inauguração da Estação Ferroviária em 27 de agosto de 1875, com a presença do Imperador D. Pedro II e sua comitiva real, é considerada um marco para a história da cidade. Na quarta-feira, no auditório do CCL, com entrada franca, se apresenta o Quinteto de Cordas de Campinas com comentários do maestro Parcival Módolo.  O grupo formado há mais de cinco anos pelos experientes músicos Walter Finatto Ansante (violino), Samuel Pires de Lima (violino), José Eduardo D???Almeida (viola), Lara Zigguiatti (violoncelo) e Walter Valentini (contrabaixo) tem uma série de particularidades que o tornam um grupo instrumental erudito bastante incomum de se encontrar no Brasil. Os cinco integrantes do grupo tocam juntos e são ???líderes??? da Orquestra Sinfônica de Campinas. Eles são, respectivamente, os ???primeiros instrumentos??? de cada seção de cordas da renomada orquestra. O Quinteto ainda mantém um repertório bastante variado ??? tanto com relação aos períodos históricos quanto à nacionalidade das peças executadas ???, o que também é pouco comum nesse tipo de formação de câmara. Nas peças estrangeiras, as populares ???Primavera???, de Vivaldi, representante do barroco, e ???Serenata Noturna???, de Mozart, típico expoente do repertório clássico. Já nas peças nacionais, ???Burrico de Pau???, de Carlos Gomes, representante do romantismo, e ???Bachiana Brasileira No 4???, de Villa-Lobos, da chamada escola moderna. A exposição ???Carioba Pano Branco??? é composta por seis pôsteres históricos de Carioba, Salto Grande e centro da cidade. Já o documentário, ???Americana conta sua história: em fatos e prosa???, de Gil Produções, poderá ser visto no auditório do Colégio Objetivo (Avenida da Saúde, 773, Jardim Nossa Senhora de Fátima) na quarta-feira, às 19h30. Na história da cidade os primeiros registros sobre a ocupação do território de Americana datam do final do século XVIII e fazem menção a Antonio Machado de Campos, Antonio de Sampaio Ferraz, Francisco de São Paio e André de Santos Furquim, que se estabeleceram nas terras de Salto Grande, cultivaram cana-de-açúcar e fabricaram açúcar e aguardente. Dois eventos marcam a data de fundação de Americana. A inauguração da Estação Ferroviária em 27 de agosto de 1875 com a presença do Imperador D. Pedro II e sua comitiva real e a construção da primeira fábrica de tecidos de algodão, em Carioba, por Antonio e Augusto de Souza Queiroz, no mesmo ano. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE