Alimentação no verão exige cuidados especiais

O verão é o período de maior temperatura. Por causa disso é importante o cuidado especial com a alimentação, pois é muito comum casos de virose por má higiene dos alimentos e também desidratação. Os especialistas alertam, então, para a importância de tomar bastante líquido e prestar atenção com os alimentos consumidos. Diante disso, é necessário mudar alguns hábitos nesse período para que o funcionamento do organismo ocorra de maneira correta.

Nesse período também ocorre grande perda de líquidos através do suor, fazendo com que o corpo se desidrate com maior facilidade. Por isso a importância da hidratação. “Além de tomar água, também podemos nos hidratar comendo alimentos com maior teor de líquidos como frutas e legumes”, alerta Tatiana Stela Kruger, nutricionista da Fundação Pró-Rim.
Outro cuidado essencial, segundo a especialista, é com o armazenamento dos alimentos. “Manter os alimentos sempre sob refrigeração evita contaminação. ?? importante também ter cuidado no manuseio, como lavar as mãos antes de tocar em qualquer alimento e higienizar a bancada onde será preparado”, explica.
Cuidado com alimentos expostos à temperatura ambiente por muito tempo, principalmente aqueles muito manipulados, pois, segundo Tatiana, no calor a multiplicação de microrganismos acontece de forma mais rápida, estragando os alimentos mais rapidamente.
A má alimentação ou intoxicação alimentar pode provocar sintomas desagradáveis como vômitos e diarreias. Em casos de pessoas com imunidade mais baixa, doenças crônicas, idosos e gestantes, pode demorar mais tempo para se recuperar, podendo, em alguns casos específicos, serem até ser fatais.
Alimentando-se bem
Nesse período do ano, é importante ficar atento à nutrição dos alimentos. Frutas e verduras são essenciais, pois, além de leves e cheios de vitaminas e minerais, também ajudam a manter a hidratação “em dia”. 
“Alimentos muito pesados como carnes vermelhas em grande quantidade, devem ser evitados, pois a sensação de ‘cansaço’ que o calor provoca pode aumentar”, diz Tatiana. Já os alimentos muito quentes como sopas devem ser trocados por saladas de folhas cruas, frias e leves. Os molhos muito condimentados e industrializados, também devem ser evitados. A nutricionista aconselha tomar água longe das refeições. Para variar a hidratação é possível beber água de coco e sucos naturais sem adição de açúcar. “Mas é importante lembrar de não exagerar. Evite consumir refrigerantes, refrescos em pó ou até mesmo de caixinha, pois estes contêm muitos conservantes”, diz. Para finalizar, a nutricionista alerta: “equilíbrio é essencial. Não devemos exagerar nem mesmo com as indicações. Até consumir água em excesso, de uma só vez, pode fazer mal”.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE