Alckmin, os compromissos e o voto do povão

Candidato a presidente pela segunda vez e em busca de crescer nas pesquisas para conseguir chegar ao segundo turno, o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) ainda não acertou o discurso para atingir o coração do eleitor.
Seu discurso tem sido o do candidato do mercado ou dos grandes investidores, mas as falas parecem afastar ou não encantar o eleitor médio. Há ainda aqueles que acreditam que ele crescerá nas pesquisas por conta de dois fatores- o peso do horário eleitoral e a ‘consciência’ do eleitor, que ainda ‘brinca’ de votar em Bolsonaro (PSC).
Se não fizer concessões aos mais pobres, aos trabalhadores e aos endividados, Alckmin dificilmente alcançará um patamar capaz de avançar ao segundo turno/
O PSDB tem errado sistematicamente com o discurso do rigor fiscal e redução do Estado. Talvez se falar em eficiência com ganhos por parte dos eleitores tenha mais sucesso.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE