Ajuda a bombeiros voluntários de Nova Odessa esbarra em burocracia

A possibilidade da Prefeitura ajudar o CBVNO (Corpo de Bombeiros Voluntários de Nova Odessa) está esbarrando em burocracia. Foi o que revelou esta semana o vereador Paulo Bichof (PODE), coordenador da Defesa Civil no governo do prefeito Bill Vieira de Souza (PSDB) e que continua acompanhando de perto a corporação após assumiu a cadeira.

 

“Eles ficam na ansiedade de esperar acontecer alguma coisa, do tipo subvenção com dinheiro público, doação, cessão de veículos ou concessão do título de utilidade pública”, pondera Bichof. O vereador afirma que faltam documentos da Receita Federal e alvará. “Não adianta recebê-los nos nossos gabinetes se eles não têm toda a documentação”, afirma.

 

Bichof diz que está disponibilizando advogados para cuidar da regularização. “Reconhecemos o trabalho voluntário desses guerreiros. Mas ainda não temos todo o aparato de documentos, para que possamos ajudar com as verbas”, completa. Também falta criar uma lei de utilidade pública, prever recursos na Lei Orçamentária Anual e na lei de subvenção das entidades.

 

O vereador disse ainda que integrantes da Defesa Civil não estariam recebendo da Prefeitura a hora-plantão. “De repente estão dando muitas gratificações indevidas a servidores e os devidos trabalhadores não tem”, completa. No último dia 10, o CBVNO divulgou que bombeiros voluntários ajudaram uma mãe a desengasgar uma criança. O telefone é o 2216-0193.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE