Administração pública deve ter atendimento em libras

Os vereadores de Americana aprovaram, nesta quinta-feira, em segunda discussão, o projeto de autoria do vereador Luiz da Rodaben (PP) que dispõe sobre o atendimento em libras nos órgãos da administração pública direta em indireta no município. 
De acordo com o projeto, as instituições de que trata a proposta deverão dispor de, no mínimo, 5% de servidores com capacidade básica em Libras para o atendimento. 
A justificativa da proposta diz:O processo de alfabetização das pessoas com deficiência auditiva ocorre preponderantemente na Língua Brasileira de Sinais (Libras), que é a forma de comunicação e expressão, em que o sistema linguístico de natureza visual-motora, com estrutura gramatical própria, constitui um mecanismo de transmissão de ideias e fatos, oriundos de comunidades de pessoas surdas do Brasil (Lei 10.436/2002, art. 1º, parágrafo único).  
Agora a proposta segue para a aprovação do prefeito Omar Najar (MDB) e, caso sancionada, entra em vigor após sua publicação.  

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE