Adaptação escolar e a ansiedade de pais e alunos

A expectativa pelo período de adaptação escolar sempre gera, no mínimo, um friozinho na barriga. Não só da criança, mas também nos pais. Entregar o maior tesouro a pessoas desconhecidas, não saber o que acontece atrás dos muros da escola e imaginar que o filho está precisando da família é angustiante.

Carolina Braga, professora da Educação Infantil do Colégio Integral Alphaville lembra que esta fase é bastante difícil, mas que normalmente passa tão rápido quanto a intensidade que veio. ???Entra ano, sai ano, as professoras lidam com essa questão. Entre um choro de criança aqui e um choro de mãe ali, procuramos levar tranquilidade, agir com transparência e conquistar a confiança para reduzir a ansiedade, tão natural e compreensiva neste momento???.
Dicas para passar melhor pela adaptação escolar
Como a escola deve proceder quanto à adaptação escolar, tanto em relação à criança, quanto à família?
“Em relação à criança, é importante que a escola permita que elas criem experiências positivas durante a adaptação escolar, que se sintam valorizadas e especiais. Os professores, por exemplo, podem se preparar antes do início das aulas, aprendendo o nome dos alunos novos: a criança se sente única e especial quando chamada pelo nome. ?? importante também que a escola mostre e deixe que as crianças experimentem todas as instalações do ambiente escolar, explicando como tudo funciona. Isso deixa a criança à vontade no espaço e faz com que ela se sinta mais segura naquele novo ambiente.
Em relação à família, a escola deve estar sempre à disposição para tirar as eventuais dúvidas que possam surgir durante o processo de adaptação. Manter os pais informados do comportamento da criança também é um dever de extrema importância e é papel que deve ser exercido pela escola.
O que nunca se pode fazer neste processo, tanto a escola, quanto os pais?
Não é recomendado que os pais saiam escondido da escola, sem se despedir da criança, pois isso causa muita insegurança. Por outro lado, também não é recomendado que a despedida seja muito longa. O ideal é ser breve na despedida para não estender o momento de separação, mas sem deixar de ser afetuoso. Diga tchau, abrace e que voltará logo para buscá-la. Não é fácil fingir que não estamos nos importando com o choro ou com o pedido para que a gente não vá embora, mas é importante mostrar que confiamos na escola e na professora. Desistir de ir embora porque a criança começou a chorar passará a ideia de que realmente a escola não é um bom lugar e assim, a adaptação será muito mais difícil e traumática para todos.
Existe uma média de tempo esperada para adaptação da criança?
Algumas crianças se adaptam rapidamente. Outras, especialmente as que estão entrando na escola pela primeira vez, muitas vezes precisam de algumas semanas. No entanto, não existe uma regra. Cada criança tem um tempo para se adaptar a situações novas e isso precisa ser respeitado. Mas em média, salvo alguns casos específicos, é esperado que a criança após o primeiro mês de aula já esteja à vontade e bem adaptada ao grupo e à nova professora.
Que dicas você dá para as famílias que estão nesta fase?
Estar segura com a escolha da escola e confiar nos profissionais que cuidarão da criança são os primeiros passos para uma adaptação de sucesso. O diálogo também é muito importante neste momento. Tire todas as dúvidas e não exulte em procurar a equipe pedagógica caso não esteja se sentindo confortável com qualquer situação. Tente também conversar o máximo possível com as crianças, explicar o que vai acontecer e prepará-las para a nova rotina. Evite criar falsas expectativas e conte como funciona a escola e como será a convivência com outras pessoas. ?? medida que a criança sente que os pais estão felizes e seguros, consequentemente ela também se sentirá assim.
A adaptação escolar representa a estreia da criança na escola ou qualquer transição que o aluno passe também é considerada adaptação escolar?
Qualquer transição que aconteça dentro da escola que modifique a rotina do grupo é considerada adaptação escolar. A adaptação mais comum é a entrada na escola, mas algumas crianças podem precisar de ajuda também para se adaptar a chegada de um colega novo na turma no meio do ano ou para iniciar o uso de um material pela primeira vez. O mais importante é estar sempre atento às necessidades de cada criança.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE