Acordo evita que pref. pague R$ 3 milhões

A Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Urbano e a Unidade de Convênios da Prefeitura de Americana estiveram reunidas com a Caixa Econômica Federal para tratar sobre a conclusão de três convênios de habitação de interesse social que evitará a devolução de aproximadamente 3,3 milhões à Caixa. Os prazos já foram adiados no passado e o não cumprimento obriga a Prefeitura de Americana a devolver os valores repassados. A conclusão dos projetos será possível porque a administração firmou um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) com a empresa PDG Empreendimentos e parte dos recursos será investida na conclusão dessas unidades habitacionais de interesse social.A reunião tratou de dois convênios com recursos do FNHIS (Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social) e um com o OGU (Orçamento Geral da União), que preveem a finalização da construção de 69 unidades habitacionais nos bairros Jardim da Mata, Parque da Liberdade e Jardim dos Lírios. ???Este TAC permitiu finalizar o empreendimento construído pela PDG com chave de ouro. Além da legalização das unidades que foram comercializadas a preço de mercado, centenas de famílias terão suas moradias de interesse social finalizadas, melhorias urbanas no entorno do empreendimento serão realizadas e a Prefeitura deixará de devolver mais de 3 milhões???, destaca o secretário de Habitação e Desenvolvimento Urbano, Marco Antonio Alves Jorge, o Kim. Participaram da reunião o supervisor de filial da Caixa, Wendell de Andrade Araújo, a subsecretária, Joceli Bortoloto, e Karem Neves da Unidade de Convênios, as arquitetas Rosa Figueroba e Patrícia Fantini da Secretaria de Habitação, além do secretário da pasta.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE